quinta-feira, agosto 09, 2018

APÓS UMA NOITE COM CERCA DE 200 DISPAROS DE ROCKETS CONTRA ISRAEL, O PAÍS PREPARA-SE PARA A GUERRA COM O HAMAS EM GAZA

Foi uma noite atribulada, com cerca de 200 disparos de rockets e tiros de morteiro vindos de Gaza contra o sul de Israel, levando o governo a planear a evacuação das populações próximas da Faixa de Gaza.
Esta manhã as sirenes têm estado a soar na região de Asquelon. Os ataques do Hamas estão a penetrar cada vez mais fundo no território do sul de Israel. Dezenas de milhares de israelitas estão-se a refugiar nos abrigos subterrâneos, naquela que é a maior escalada de violência após a guerra de 2014 contra o Hamas. 
O sistema de defesa israelita "Iron Dome" tem estado activo, confirmando-se a destruição de cerca de 25 rockets disparados de Gaza.
Segundo comunicou o exército israelita, a maioria dos rockets têm estado a cair em terrenos vazios, não havendo grandes danos. 

RESPOSTA ISRAELITA
Desde que começou esta chuva de disparos, a Força Aérea de Israel já atingiu cerca de 100 "locais de terrorismo" na Faixa de Gaza, incluindo túneis e instalações de fabrico de armamento.
Um porta-voz militar israelita já informou que vão ser enviadas para a região "muitas tropas israelitas."

VÍTIMAS ISRAELITAS
Uma mulher tailandesa que trabalha em Israel ficou ontem à tarde ferida com estilhaços provenientes da explosão de um rocket, e 3 trabalhadores israelitas ficaram feridos com um foguete que caiu sobre uma fábrica onde trabalhavam. Oito outras pessoas tiveram de receber assistência médica por causa dos ataques de pânico sofridos com os ataques, incluindo duas mulheres grávidas que foram levadas de urgência para o hospital com partos prematuros causados pelo pânico.

Está marcada para as próximas horas uma reunião ministerial presidida pelo primeiro-ministro Netanyahu, para avaliar a situação no sul do país, e certamente decidir quais as medidas adequadas.

Shalom, Israel!



1 comentário:

Victor Nunes disse...

Israel tem que tomar Gaza