segunda-feira, janeiro 16, 2012

VACINA ISRAELITA ANTI-CANCER DISPONÍVEL EM 2017

A empresa israelita Vaxil Bio Therapeutics, sediada em Ness Ziona, perto de Tel Aviv, produziu uma vacina terapêutica verdadeiramente revolucionária para os pacientes de câncer e que permitirá que a doença não volte em 90% dos casos.
A Vaxil foi fundada em 2006 pelo Dr. Lior Carmon e a vacina está agora sendo testada no Centro Médico da Universidade Hadassah, em Jerusalém. A vacina poderá estar disponível já em 2017 para ser administrada de forma regular, não só para ajudar no tratamento do câncer mas também para prevenir o regresso da doença.
A vacina está sendo testada contra um tipo de câncer no sangue, o mieloma múltiplo. Se a substância funcionar conforme se prevê, a sua tecnologia de plataforma, a VaxHit, poderá ser aplicada a 90% de todos os canceres conhecidos, incluindo o da próstata e do peito, nos tumores sólidos e não-sólidos.
"No câncer, o corpo reconhece que há algo que não anda bem, mas o sistema imunitário não sabe como se há-de proteger contra o tumor, tal como faz contra uma infecção ou um vírus. Isso é porque as células cancerígenas são as próprias células do corpo que se avariaram" - afirma Julian Levy, CEO da empresa.
A acrescentou: "Associado a isso, o paciente de câncer tem um sistema imune deprimido, causado tanto pela doença como pelo tratamento". O truque é activar um sistema imunitário comprometido a mobilizar-se contra a ameaça.

Uma vacina tradicional ajuda o sistema inunitário do corpo a proteger-se de invasores estranhos, como bactérias e vírus, e é administrada a pessoas que ainda não manifestaram a doença. Vacinas terapêuticas como a que a Vaxil está desenvolvendo são dadas a pessoas doentes e funcionam mais como uma droga.
A nova vacina funciona ao activar o sistema imunitário através do "treinamento" de células-T para procurar e destruir células com a molécula MUC1, tipicamente encontrada apenas nas células cancerosas. Mais de 90% dos tumores cancerígenos sólidos transportam a molécula MUC1, bem como muitos tumores não-sólidos, incluindo os linfomas, a leucemia e o mieloma múltiplo.
O câncer em estado adiantado continuará a requerer quimioterapia ou cirurgia para remover um grande tumor, mas se o câncer for minimizado, o corpo conseguirá então combatê-lo, com a ImMucin reconhecida como um tratamento a longo prazo para prevenir a recorrência.


Segundo a Data Monitor, o valor de mercado para as vacinas contra o câncer deverá atingir os 4 a 5 biliões de dólares em 2014.
Shalom, Israel!

















2 comentários:

Anónimo disse...

Enquanto nações como o Irã utilizam seus esforços científicos para a guerra, vemos este maravilhoso estado de Israel criando soluções que beneficiam a toda a humanidade.

Iararzd disse...

O POVO DE ISRAEL DANDO EXEMPLO PARA A HUMANIDADE, PARABÉNS PELA GRANDEZA DESSE POVO QUE TANTO ADMIRO PELA SUA FORÇA E DETERMINAÇÃO.