sexta-feira, agosto 29, 2014

MEMBROS DO HAMAS CAPTURADOS POR ISRAEL CONFESSAM CRIMES DE GUERRA

Durante a operação "Margem de Protecção" na Faixa de Gaza, centenas de palestinianos combatentes terroristas do Hamas renderam-se às forças israelitas ou acabaram por ser capturadas pelas mesmas.
Durante os interrogatórios, muitas conclusões extraídas pelo serviços secretos israelitas - Shin Bet - comprovaram que os terroristas islâmicos fizeram "proeminente uso de mesquitas e de hospitais em Gaza como lugares de reunião e refúgio para os terroristas."
Pior ainda foi a "construção de túneis e rampas de lançamento de rockets e ainda a colocação de arsenais junto a infantários e jardins escola."
Soube-se ainda que arsenais foram depositados em escolas e hospitais. Descobriu-se também que líderes do Hamas, vestidos com uniformes da polícia palestiniana, refugiaram-se em hospitais da Faixa de Gaza.
Todas estas e muitas outras confissões feitas pelos prisioneiros palestinianos só vêm confirmar aquilo que há muito tempo Israel tem vindo a dizer ao mundo, ainda que para os meios de comunicação social estas informações mais que comprovadas não despertem qualquer tipo de interesse, de tão viciados na mentira esses meios estão.
Mas, pior ainda, é o facto de o Conselho de Segurança das Nações Unidas continuar a ignorar estas evidências, agindo de forma colaboracionista com o terrorismo islâmico internacional.
Nada de novo, muito menos que nos espante...
Shalom, Israel!

2 comentários:

Olga disse...

Infelizmente, será o próprio Ocidente que irá pagar caro por ter dado crédito e alimentado a mentira. O ISIS é só a ponta do icemberg. Vários europeus e americanos já estão sendo influenciados por estes criminosos extremistas.
Onde não opera a lei, opera a barbárie!
Eis que os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e ele pesa todas as suas veredas. Quanto ao ímpio, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido. Ele morrerá, porque desavisadamente andou, e pelo excesso da sua loucura se perderá. Provérbios 5:21-23)
Shalom, Israel!

Rosangela Colares disse...

Ver aqueles islâmicos degolarem o jornalista americano (é claro que não vi e nem verei aquele video tão horroroso!) me causa indignacão quando vejo um monte de gente ficando contra Israel, uma democracia plena, e a favor do Hamas, os irmãos de fé e ideologia daqueles caras que degolaram o jornalista e responsáveis por um monte de barbárie! Os judeus nunca, depois da Segunda Guerra, explodiram embaixadas germânicas ou sequestraram cidadãos alemães. Não! Eles quiseram ser deixados em paz e construir seu país. Se você é uma dessas pessoas que defende os coitadinhos dos terroristas islâmicos contra Israel, dá uma olhadinha naquele vídeo. Se depois, você continuar a defender aqueles canalhas, você não é só contra Israel não, você é contra a humanidade.