sábado, fevereiro 02, 2008

O PRESIDENTE DO IRÃO PROVOCA DEUS


Numa das suas habituais intervenções motivadas pelo ódio a Israel, o presidente do Irão, Mahmoud Ahmadinejad chamou a atenção do Ocidente para o "eminente colapso" de Israel.

O Irão - antiga Babilónia - não reconhece a existência do Estado de Israel, tem-se referido ao assassinato de 6 milhões de judeus na 2ª Guerra Mundial como "um mito" e está incitando a que Israel seja "varrido do mapa".

"Parem de apoiar os sionistas" - vocifera Ahmadinejad - "O seu regime chegou ao fim. Reconheçam que a vida do sionista chegará em breve ao seu fim."

Aquilo que o presidente do Irão acabou de falar é precisamente o que Hitler dizia quando usava a expressão "A solução final".

Nunca na História moderna houve um caso como este, em que uma nação ameaça aniquilar uma outra nação por inteiro. É isto precisamente que o Irão ameaça vez após vez.

Satanás sabe onde está o problema. Por diversas vezes tentou levar a cabo este macabro desejo, usando perversos líderes ao longo da História antiga e recente. Mas não conseguiu. Nem vai conseguir.
Deus opõe-se a qualquer nação que tente destruir Jerusalém.
É o Messias Quem vai reinar naquela Cidade, e tirará Satanás do seu trono actual.
Quando Ahmadinejad ameaça Israel e o povo eleito, ignora que está a "meter-se" com Deus. E isso será muito doloroso para ele e para o seu povo. Deus diz que quem mexer no Seu povo é como que estar a tocar na "menina do Seu olho". E Deus é um Deus zeloso de cumprir a Sua Palavra.
O Irão que se cuide... Deus defenderá a causa do Seu povo, como aliás sempre tem feito.
Shalom, Israel!

1 comentário:

Verme de Canteiro disse...

Acho que este Sr. será, muito provavelmente o próximo alvo americano... Mas não mais nesta administração (Bush), já está muito desgastada.
Já que o irmão está de olhar fixo em Israel, sugiro notícias (aqui) sobre o aniversário deste Estado em 2008. Ano no qual completará 60 anos de existência. Parece que foi ontem!
A vinha já floresceu... E como!

Mauicio