quinta-feira, dezembro 12, 2019

TAL COMO PROFETIZADO HÁ 40 ANOS PELO RABI KADURI, PARLAMENTO DE ISRAEL É DISSOLVIDO E PAÍS VAI A VOTOS PELA TERCEIRA VEZ

Foi ontem oficialmente dissolvido o 22º parlamento de Israel - o Knesset - dando origem a novas eleições marcadas para o próximo dia 2 de Março.
Para além de esta situação não ter precedentes em Israel, uma vez que serão as terceiras eleições em menos de um ano, há um outro fenómeno que tem despertado a atenção a vários estudiosos e cabalistas: Há precisamente 40 anos, o rabi cabalista Yitzchak Kaduri, considerado o mais proeminente rabino sefardita desta geração, profetizou que tal iria acontecer à chegada do Messias.
Sabe-se que este rabi era homem de poucas palavras, por isso era muito importante dar atenção e tentar entender precisamente o que ele tentava fazer compreender a quem o escutava.
Certo dia, quando estava respondendo a questões que lhe eram colocadas, alguém lhe perguntou quando é que o Messias chegaria e quais os sinais que precederiam a sua vinda. O rabi respondeu: "Quando houver eleições, mas não houver governo."
Ninguém entendeu naquela altura o que ele queria dizer, pois obviamente que quando há eleições tem de haver um governo. Até que, 40 anos depois, se chegou a este impasse, com 2 líderes encabeçando as preferências dos eleitores, mas sem entendimento para a formação de um governo da coligação. 

PROFECIA SOBRE A IDENTIDADE DO MESSIAS
Foi este mesmo rabi que, pouco tempo antes de morrer com mais de 100 anos de idade, teve um sonho em que a identidade do Messias lhe teria sido revelada. Tendo o segredo sido guardado até à sua morte, a revelação do mesmo causou imensas ondas de choque entre os religiosos, uma vez que a identidade que ele revelou como sendo a do Messias era a de Jesus Nazareno!

OUTRA PROFECIA INTRIGANTE
Mas esta profecia de Kaduri não é única. No livro "O profeta do Egipto", escrito por um outro rabi, Shoshani, lê-se num excerto: "Chegará o dia em que dois ministros conquistarão o governo na Terra de Israel. Os seus nomes serão ambos Benjamin e nenhum deles terá sucesso em estabelecer o seu governo ou reino... Nesse dia, saibam e entendam que o Rei Messias já está às portas, vindo depois a ser revelado." E as afirmações de Shoshani continuam: "Compreendam e lembrem-se disto."

Sem cairmos em especulações indesejáveis, a nossa atitude no entanto é de vigilância, observando de perto os sinais e daí extraindo as nossas próprias conclusões. Uma coisa sabemos: aquele "Messias" que os judeus esperam e por quem tanto anseiam, não será o verdadeiro, pois antes desse terá de vir o falso, para que se cumpram as palavras do verdadeiro Messias de Israel: "Se outro (messias) vier em seu próprio nome, a esse recebereis."

Shalom, Israel! 

2 comentários:

Ruben Fontoura disse...

Quando em Espanha se continua sem Governo, após semanas das eleições, não poderemos considerar isso como facto extraordinário para o mundo. Uma situação difícil para os nossos vizinhos, mas será assunto para resolver internamente.

Mas já este impasse a que assistimos em Israel, assume níveis que as nações estarão longe de imaginar. Segundo sondagens de hoje, os dois partidos, Likud e Azul e Branco continuam empatados nas preferências dos eleitores. Pelo que, não será de surpreender se nas eleições de 2 de Março de 2020, o impasse se mantiver. Aí, se os Israelitas já estão cansados de tanta eleição, será caso para eles porem as mãos na cabeça e se questionarem. Desejarão qualquer solução!

2020 está a prometer!...
As profecias destes rabinos - penso que homens de Deus - são para levar muito a sério. Todas elas se complementam e nada se contradizem, o que reforça a ideia.
Do jeito que tudo está, pode nem haver novas eleições. Algo de "estranho" poderá acontecer entretanto. Mas havendo, com dois "Benjamin" novamente eleitos, mas sem capacidade de formar Governo, eis que é chegado o tempo do Messias, acredito vivamente.

Pelo que vamos assistindo a nível mundial, a crise moral e social, o desenvolvimento da ciência, as tragédias naturais... a mornidão na Igreja, enfim, o espírito do anti Cristo cada vez mais notório, cabe a pergunta: Do que Deus está à espera para agir directamente?

Prepara-te Igreja. Os teus dias estão no fim.
Israel, o Barómetro profético está a dar fortes sons de alerta.

Importa Renascer disse...

Claro, (ao que parece) se houver o genuíno Espírito de Maranata nos corações daqueles que são do Senhor, esses aguardam (presente) ansiosamente dia a dia o Seu Senhor, e certamente O verão em breve, antes mesmo dEle revelar - se ao mundo (posteriormente em juízo e justiça). Ninguém, além dos salvos, contemplarão a brilhante Estrela da Manhã... "Os seus servos contemplarão a sua face".
Que haja Graça sobre Graça à Igreja de Cristo !
Maranata!
Shalom - Israel - Shalom.