segunda-feira, abril 27, 2015

GRANDE DELEGAÇÃO DE RESGATE ISRAELITA A CAMINHO DO NEPAL

Israel é reconhecido não só como um dos países mais disponíveis como também dos mais preparados para responder às catástrofes humanitárias e calamidades naturais. A ajuda israelita no recente sismo no Chile, Haiti, etc. é prova desta capacidade e boa vontade para prestar ajuda às vítimas destas catástrofes naturais, independentemente da sua religião ou raça.
Com esta nova tragédia no Nepal que já atingiu proporções apocalípticas, Israel foi mais uma vez um dos primeiros países a enviar delegações para socorro humanitário. 
HÁ MUITAS ALDEIAS COMPLETAMENTE ARRASADAS
Esta manhã partiu uma enorme delegação composta de 260 profissionais, como médicos, enfermeiros, paramédicos, para além de 95 toneladas de suprimentos humanitários e médicos a partir de Israel. A idéia é estabelecer uma base médica em Katmandu, a capital do país, cujo centro histórico foi completamente arrasado pelo sismo com magnitude de 7,8 que no passado Sábado atingiu o Nepal e países vizinhos, causando inclusivamente avalanches mortíferas no Evereste.

UMA CATÁSTROFE HUMANITÁRIA
O número de mortos já atingiu os 3.800, mas o número de pessoas desaparecidas leva a prever que o número total venha a aumentar significativamente.
Para além do número de mortos, a tragédia agora conta-se pelo número de feridos a necessitar de urgentes cuidados médicos, quase inexistentes neste que é considerado o país mais pobre de toda a Ásia e que agora precisa de todo o apoio que todos possam prestar.
Segundo a UNICEF, há cerca de 1 milhão de crianças necessitando de apoio urgente.

AJUDA ISRAELITA
O voo humanitário das Forças de Defesa de Israel (FDI) foi por várias horas atrasado esta manhã, devido às brechas abertas nas pistas do aeroporto de Katmandu provocadas pelas réplicas do sismo de Sábado passado. As equipas vão imediatamente montar um hospital de campo e ajudar nas buscas, uma vez que segundo uma autoridade nepalesa, as equipas locais de busca e salvamento estão "perto do colapso."
Muitas aldeias ficaram arrasadas com o sismo, e muitas ficaram também incontactáveis, para além de terem ficado sem água e electricidade.
BÉBÉS PREMATUROS RESGATADOS POR ISRAEL
Segundo o coronel Yoram Laredo, chefe da delegação das FDI, os socorristas israelitas ficarão no terreno por umas duas semanas. Uma pequena equipa de paramédicos israelitas já tinham chegado ao Nepal ontem de manhã para tratarem de bébés prematuros que foram transportados para a embaixada de Israel afim de serem evacuados. Cinco bébés prematuros já chegaram a Israel com suas mães, que testemunharam: "Foi como encontrar anjos!"
Prevê-se que na altura do sismo estivessem cerca de 600 israelitas no país, a maioria em turismo, sendo que 150 continuam ainda incontactáveis.

Oremos pelos familiares das vítimas desta tragédia! Oremos por estas equipas israelitas e outras, para que Deus lhes conceda forças e capacidade para fazerem o impossível para socorrer e apoiar muitos milhares de pessoas vítimas desta tragédia de proporções apocalípticas.

Shalom, Israel!

1 comentário:

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Sim, nossas orações e disposição solidária se façam presentes nessa hora crucial.