quinta-feira, julho 21, 2016

DESFILE "ORGULHO GAY" CONSPURCA RUAS DE JERUSALÉM

Cerca de 10 mil pessoas afiliadas ao movimento "LGBT" que agrega gays e lésbicas estão esta tarde desfilando por algumas ruas centrais de Jerusalém, no meio de forte destacamento policial - 2.000 polícias - e após a detenção de 12 pessoas que alegadamente estariam preparadas para se manifestarem contra a marcha. 
Na mesma marcha realizada no ano passado, um judeu ortodoxo esfaqueou um jovem e feriu outros 6 manifestantes.
Várias ruas da baixa da capital foram encerradas para que a parada dos homossexuais e lésbicas possam desfrutar de um questionável direito de exibir as suas provocações e obscenidades em plena Jerusalém, a Cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos.
O próprio presidente da Câmara Municipal de Jerusalém, Nir Barkat, comunicou já no início desta semana que não assistiria ao evento, "para não ofender os residentes religiosos na Cidade." Mostrou, pelo menos, bom senso, no meio de tanta promiscuidade que a democracia se obriga a permitir.

É deplorável que estas pessoas teimem em desfilar pelas ruas da Cidade santa de Jerusalém, provocando as normas de boa conduta moral que se deveriam exigir para uma cidade especial como aquela. É algo abominável aos olhos de Deus e de todos aqueles que O temem.
Centenas de rabinos em todo o Israel falaram contra este desfile, opondo-se veementemente à realização do mesmo.
Mesmo assim, e apesar disso, alguns rabinos residentes em Jerusalém manifestaram apoio total à mesma...
Mas, tal como lemos na própria Bíblia Sagrada, Deus os entregou à perversão, já que não deram ouvidos à verdade. Mas, tal como em outras leis no reino espiritual, colherão aquilo que estão semeando...

Shalom, Israel!

8 comentários:

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Negativo. Artigo negativo. Israel e Jerusalém são sagrados. Terra da Torah e de Torah. De judeus e
pessoas amigas dos mesmos. Mas todo o cenário considerado profético somente foi conseguido através da diversidade. Na política, religião, dinheiro e armamento. Os milagres atuais caminham com todos que de alguma maneira apoiam Israel e os judeus. A visão pia desses assuntos não deveria esquecer a realidade de dois mil e mesmo 3.513 anos. A alusão sobre o ano passado está parecendo a UOL falando dos atentados letais de palestinianos contra Israel. Um judeu ortodoxo fanático recém saído da prisão assassinou uma adolescente em uma parada dessas. Ela fazia i que pra mim é inútil pra afirmar o uso do corpo dela. Não somos Iehouah pra forçar a barra teocrata em nação dwmocrata e segundo a Torah o Creador não é impotente nunca tampouco requer extremistas fundamentalistas fantasiados de Torah.Israel e seus amigos são cheios de disparates; tentam falar a linguagem da ONU, de dois estados, fronteiras de 1947, paz, fé enquanto se dá bandeirada à terror e fundamentalismo esmagando as liberdades indivíduais e coletivas.

clarisa márquez disse...

Ainda bem que não estamos no tempo de Moshe. Mas por isso, o dia da ira do Hashem virá.

De Sousa disse...

A mensagem para os paneleiros e lésbicas é a seguinte : OS ELEMENTOS EM FOGO SE DESFARÃO, e depois novos céus e uma nova terra. HALLELUYAH vem ELOHIM YAHUSHUAH ...

Alex Sene disse...

Olho por olho e dente por dente, logo vira o fim dessa vergonha, Deus irá usar "gog" para varrer essa podridão de Israel...

Edinalva disse...

Sodoma e Gomorra em israel

Edinalva disse...

Jerusalém Jerusalém cidade santa não estão te respeitando o eleita do cordeiro

Edinalva disse...

Sodoma e Gomorra em israel

Luizcarlos Batista Dos Santos disse...

Por isso em no livro de
São Mateus diz: que quando ver a abominação que falou o profeta Daniel estiver na terra santa ou no lugar onde não deve estar, quem lê entenda. No próprio livro do Profeta Daniel diz: O continuo sacrifício for tirado e posto a abominação desoladora. No lugar do sacrifício de adoração a Deus, do temor a Ele e respeito, e obediência a santa palavra do criador, temos que assistir um repudio desses, abomináveis! vão sofre a pena condenação, não sou eu que estou julgando a própria palavra já tem pra nós quem os julga. é somente aguardar esse dia virá brevemente.