quinta-feira, setembro 14, 2006

AHMADINEJAD VAI DISCURSAR NAS NAÇÕES UNIDAS


Ahmadinejad, presidente do Irão, irá participar na próxima Terça-Feira, na 61ª Assembleia Geral da ONU, onde proferirá um discurso público. Esta nova versão de "Hitler", que afirmou querer "limpar Israel do mapa", chegará a Nova York na próxima Segunda-Feira para uma visita de três dias. Tanto Israel como o Irão fazem parte do corpo internacional desta organização.
O Irão está actualmente a violar a decisão 1696 das Nações Unidas, que exige o término imediato do programa de enriquecimento nuclear por parte daquele país e é reconhecido como o maior promotor mundial do terrorismo internacional, financiando e armando grupos terroristas como o Hezbollah, o Hamas e a Jihad islâmica. O último relato do Centro de Informação e Espionagem do terrorismo indica que o movimento de jovens do Hezbollah no Líbano, financiado pelo Irão, conta actualmente com mais de 40.000 crianças com idades dos 8 aos 16 anos, doutrinadas no radicalismo islâmico shiita.
Esta visita aos EUA do presidente iraniano faz parte duma pequena digressão por outros países onde irá encontrar-se com "bons amigos", como é o caso do presidente da Venezuela Hugo Chavez e de Fidel Castro. Tudo bons rapazes... Isto numa altura em que o próprio presidente russo Putin acabou finalmente de lamentar publicamente as declarações sinistras do presidente do Irão apelando à destruição de Israel.

Por outro lado, o respeitadíssimo laureado com o prémio Nobel e famoso escritor Elie Wiesel, ele próprio um sobrevivente do Holocausto nazi, juntou-se a um grupo de personalidades públicas israelitas apelando às Nações Unidas para que expulsem o Irão da sua organização, tendo em conta os seus apelos para a destruição de um Estado membro de pleno direito da ONU.
Sinceramente, desde que vimos o principal dos terroristas, Yasser Arafat, ser laureado com o prémio Nobel da Paz, nada mais nos admira neste mundo caído.
É inconcebível que a ONU permita que um homem que apela publicamente à destruição de um outro estado-membro da ONU seja aceite naquele forum e tenha ainda o direito de falar à assembleia!
O que irá ele dizer? Trará uma pomba da paz? Ou irá mais uma vez iludir o mundo com a sua "jogada de tempo", aparentando boa vontade, enquanto os seus sinistros planos se irão desenvolvendo, à sombra da pasmaceira que tem distinguido as nossas sociedades ocidentais? Temo bem que sim...

Shalom, Israel!

2 comentários:

Lai disse...

Não fico admirada com estas coisas...coisas ainda mais sinistras irão acontecer à medida que se vai aproximando o fim dos tempos...
Quem pode entender a mente do homem? ou será que tem lógica a lógica do homem?
Tudo isto acontece porque tem de acontecer
Prepara-se o cenário mundial para os últimos tempos: Tempos estes em que todos estarão contra Israel...
"orai pela paz em Israel..."

acordes de quinta disse...

Finalmente a amnistia