sexta-feira, outubro 14, 2016

"A VERDADE HISTÓRICA É MAIS FORTE, E A VERDADE PREVALECERÁ" - AFIRMOU NETANYAHU EM REACÇÃO À RESOLUÇÃO DA UNESCO

Furioso como não poderia deixar de estar com a decisão da UNESCO em reinventar a História no que concerne à ligação milenar dos judeus com a sua Cidade eterna, Jerusalém, o primeiro-ministro comentou e satirizou a decisão do desacreditado órgão da ONU, com as seguintes palavras:

"Hoje, a organização adoptou outra decisão delirante, afirmando que o povo judeu não tem ligação com o Monte do Templo ou com o Muro Ocidental. Mesmo que eles não leiam a Bíblia, eu sugeriria aos membros da UNESCO que visitem o Arco de Tito, em Roma. Nele, pode-se ver o que os romanos trouxeram para Roma depois de destruírem e saquearem o Segundo Templo, no Monte do Templo, há 2 mil anos. Lá, gravada no Arco de Tito, está a Menorá de sete braços que é o símbolo do povo judeu e, lembro-vos, também é o símbolo do estado judeu, actualmente.
Em breve, a UNESCO vai dizer que o imperador Tito está envolvido em propaganda sionista.
Dizer que Israel não tem ligação com o Monte do Templo e com o Muro das Lamentações, é como dizer que a China não tem ligação com a Grande Muralha da China ou que o Egipto não tem ligação com as pirâmides. 
Com essa decisão absurda, a UNESCO perdeu a pouca legitimidade que ainda lhe restava.
Mas eu acredito que a verdade histórica é mais forte, e a verdade prevalecerá. E, hoje, estamos a lidar com a verdade."

ISRAEL SUSPENDE COOPERAÇÃO COM A UNESCO
O Ministro para a Educação israelita Naftali Bennett decidiu entretanto suspender toda a cooperação com a UNESCO, face à resolução ontem tomada e que, segundo Bennet, foi "um incremento para o terrorismo."

Shalom, Israel!

4 comentários:

olga disse...

Parabéns, ao primeiro ministro Benjamin Netanyahu... Ele está completamente certo! Aliás, vejo a propaganda desta UNESCO em uniforme de time de futebol. Aqui no Brasil há uma campanha "Criança Esperança" que teoricamente arrecada dinheiro através de doações durante muitos dias e, dizem que é debitado na conta da UNESCO... Uma organização assim serve pra quê, afinal? Violentar a história? No fundo, no fundo nem ela acredita no Holocausto, por exemplo... Muitas destas organizações que recebem dinheiro de muçulmanos, de satanistas, etc. odeiam Israel porque jamais poderão apagar o que Israel é! O primogênito das Nações... acho que nem mesmo muitos israelenses entendem este mistério... Se negam a Deus e o odeiam por que não odiariam Israel? Mas...
"Ele me chamará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus, e a rocha da minha salvação.
Também o farei meu primogênito mais elevado do que os reis da terra.
A minha benignidade lhe conservarei eu para sempre, e a minha aliança lhe será firme,
E conservarei para sempre a sua semente, e o seu trono como os dias do céu.
Se os seus filhos deixarem a minha lei, e não andarem nos meus juízos,
Se profanarem os meus preceitos, e não guardarem os meus mandamentos,
Então visitarei a sua transgressão com a vara, e a sua iniqüidade com açoites.
Mas não retirarei totalmente dele a minha benignidade, nem faltarei à minha fidelidade.
Não quebrarei a minha aliança, não alterarei o que saiu dos meus lábios.
Uma vez jurei pela minha santidade que não mentirei a Davi.
A sua semente durará para sempre, e o seu trono, como o sol diante de mim.
Salmos 89:26-36
Shalom Israel!
Olga

Luciano de Paula Lourenço disse...

Eu já disse uma vez que a ONU é um órgão insignificante e antissemita. A UNESCO, como subproduto deste, portanto, não representa coisa nenhuma. Suas decisões com relação a Israel deveriam, portanto, serem consideradas tão desprezíveis como a comida que comemos ontem.
Israel deveria , sim, observar as palavras ditas pelo próprio Deus, no Monte Sinai, ao povo de Deus recém-saído do Egito: "agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu concerto, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha" (Êx 19:5).
Observe a parte final do texto: “...toda a terra é minha”. A terra de Israel pertence exclusivamente a Deus, e ele a tem dado ao seu povo, Israel. É uma pena que o governo e o povo de Israel se esqueceram de Deus. E este texto está na Torá; todos os dias milhares leem a Torá. Mas, apenas leem. É lamentável, que a vida espiritual de Israel se iguale ou, talvez, milhares de vezes seja pior dos nos dias de Malaquias.
Oro a Deus para que Israel se converta ao Senhor!
Shalom, Israel

olga disse...

Que Israel pare de colaborar com estas organizações antissemitas e invista mais na segurança! O que a ONU quer é o aumento do terrorismo inclusive no mundo para justificar o controle e o fim das fronteiras para criar seu governo mundial. Sabe que em Israel essa ideologia furada não prospera. Se consegue convencer países como Brasil é porque a "ocupação" aqui já se iniciou faz tempo. Um país precisa ter história, memória, tradição e, sobretudo políticos comprometidos com seu povo! Por que o próprio Estados Unidos já não é mais o ícone das nações em termos de liberdade e democracia? Porque foi comprado com esta ideia falaciosa que é muito justo! Caiu na apostasia, virou às costas para Deus e para sua própria constituição. Estas nações estão jogando a história na lata do lixo! Correm o risco de cometer os mesmos erros do passado. Mas, agora será diferente. Porque o próprio Senhor pelejará por Israel! Eu creio!
"E farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel, e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e os gentios saberão que eu sou o Senhor, o Santo em Israel.
Eis que vem, e se cumprirá, diz o Senhor DEUS; este é o dia de que tenho falado.
Ezequiel 39:7,8
Shalom Israel!
Olga

FLAVIA VITÓRIA disse...

ONUSALDITA. O QUE SE ESPERAR DELA.