quarta-feira, outubro 26, 2016

UNESCO TEIMA EM TENTAR REESCREVER A HISTÓRIA, FAVORECENDO A MENTIRA ISLÂMICA

A UNESCO voltou esta manhã a votar contra a História. Tal como na semana passada, voltou a anular qualquer ligação histórica e cultural dos judeus ao Monte do Templo, criando uma nova definição da História, à boa maneira palestiniana e islâmica, anulando a verdade e substituindo-a pela alucinação e o desrespeito pelo que se esperaria minimamente de uma organização que alegadamente defende a cultura e o património histórico universal.
Apesar de terem havido algumas leves alterações na linguagem da resolução, como por exemplo a referência ao Muro Ocidental sem o uso de parêntesis (como na resolução anterior), mesmo assim todas as referências ao Monte Moriá onde há milhares de anos assentaram os 2 Templos judaicos foram transformadas em nomes islâmicos: Haram al-Sharif, ou "Nobre Santuário."
Mesmo assim, o primeiro-ministro israelita manifestou-se mais satisfeito com esta votação, uma vez que mais países se abstiveram de votar. Dos 21 países com direito a voto, dez países votaram a favor da resolução, dois votaram contra, e oito abstiveram-se. A Jamaica não votou por se encontrar ausente da reunião desta manhã. 

REUNIÃO DA UNESCO, ESTA MANHÃ, EM PARIS
Os 10 países que votaram a favor são: Líbano, Cuba, Kuwait, Tunísia, Turquia, Azerbaijão, Cazaquistão, Indonésia, Vietname e Angola.
Os 8 países que se abstiveram são: Polónia, Portugal, Croácia, Finlândia, Coreia do Sul, Burkina Faso, Peru e o Zimbawe.
Os 2 países que votaram contra são a Tanzânia e as Filipinas.
A votação da Croácia e da Tanzânia foi aplaudida pelo representante israelita para a UNESCO Shama Ha-Cohen.

Shalom, Isarel!


2 comentários:

Alex Sene disse...

E o Brasil?

olga disse...

O Brasil ao que parece não faz parte desta comissão. Mas, espero que possamos nos orgulhar do nosso país no futuro porque ultimamente, tá difícil!
O próprio voto do Brasil deve ter sido produto de alguma barganha... "Você faz isto eu dou aquilo"... Li hoje no noticiário que o Brasil vai integrar Conselho dos Direitos Humanos na ONU... Enfim, é em Deus que devemos confiar!
Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.
Mateus 5:37
Shalom Israel!
Olga