quinta-feira, fevereiro 15, 2018

"SE O IRÃO ATACAR ISRAEL, ESTAREMOS DO VOSSO LADO" - AFIANÇA DIPLOMATA RUSSO

O embaixador da Rússia em Israel afirmou que caso Israel venha a ser atacado pelo Irão, Moscovo estará ao lado do estado judaico.
Esta declaração junta-se a outra em que o diplomata Leonid Frolov asseverou que Israel tem todo o direito de se defender, ao abater um drone intruso no seu território, porém não concorda com a afirmação israelita de que Teerão estaria por trás do lançamento do drone.
"Em caso de agressão contra Israel, não serão só os Estados Unidos a ficar ao lado de Israel - a Rússia também estará ao lado de Israel" - afirmou o embaixador, acrescentando: "Muitos dos nossos compatriotas vivem aqui em Israel, e Israel é em geral uma nação amiga, e portanto não permitiremos qualquer agressão contra Israel."

Nesta entrevista conduzida na passada Segunda-Feira na embaixada russa em Tel Aviv, o embaixador previu também que os israelitas não irão ficar contentes com o novo plano de paz proposto pelos norte-americanos, e menosprezou a ira com as alegações do presidente da Autoridade Palestiniana Mahmoud Abbas condenando Israel como um projecto colonial europeu sem ligação ao judaísmo.
"Apoiamos certamente o direito de Israel a se defender, e as acções dos pilotos israelitas foram inteiramente correctas" - afirmou Frolov, acrescentando a sua solidariedade para com os pilotos feridos em combate: "Certamente lamentamos que neste incidente dois pilotos israelitas tenham ficado feridos. Em nome da embaixada russa expresso o meu desejo de uma pronta recuperação dos pilotos israelitas."
Apesar de a Rússia ser uma clara aliada do Irão e da Síria, o embaixador considerou como "absolutamente legítima" a exigência de Israel para que o Irão não possa estabelecer uma forte presença militar na Síria.
Segundo a opinião do embaixador, Moscovo concorda que as forças militares iranianas devem abandonar o país logo que a sangrenta guerra civil termine e um novo governo democrático seja estabelecido. Segundo Frolov, as forças militares do Irão foram solicitadas pelo presidente sírio Assad para o ajudarem no combate aos muitos grupos rebeldes que combatem contra o seu regime, acreditando mesmo assim que todas as forças militares estrangeiras presentes no terreno deixarão a Síria quando a guerra terminar. 

DRONE IRANIANO SEMELHANTE AO QUE FOI
ABATIDO EM ISRAEL
O embaixador russo concorda que Israel tenha o direito a se defender, mas não está de acordo que tenha sido o Irão o responsável pelo envio do drone: "Estou convencido que cada aparelho drone que entra no espaço aéreo de Israel deve ser abatido. Seria ainda melhor abatê-lo sem no entanto o destruir e ver quem é que o construiu e a quem pertence" - asseverou o diplomata russo através de um intérprete. E acrescentou: "Pode-se acusar os iranianos de muitas coisas, mas estúpidos é que eles não são. Eles sabem o que aconteceria se enviassem um drone para Israel. Ninguém duvida que Israel tem capacidade para derrotar as forças iranianas presentes na Síria. Mas não queremos assumir, sem a existência de provas, que os iranianos na Síria sejam loucos."

UMA "ESCALADA INESPERADA"
As Forças de Defesa de Israel afirmaram inequivocamente que o drone - uma réplica do do americano RQ - 170 - foi construído e pilotado por tropas iranianas estacionadas na Síria. Ontem mesmo a embaixadora dos EUA na ONU Nikki Haley disse ao Conselho de Segurança que "milícias apoiadas pelo Irão" estavam por detrás do ataque com o drone, que ela descreveu como sendo uma "escalada inesperada" e "uma chamada de atenção a todos nós."
O diplomata russo adiantou ainda que a Rússia gostaria de ter um maior envolvimento nas conversações de paz, reconhecendo no entanto que "sem os EUA é impossível chegar-se a entendimentos."
Para Frolov é importante ver-se uma maior proximidade dos norte-americanos ao plano de paz, no entanto alertou para "algumas penosas concessões" que o mesmo exigirá aos israelitas.

Shalom, Israel!

4 comentários:

Olga disse...

O interessante é que enquanto a maioria da população da Síria, do Iraque, etc. está vivendo na idade da pedra, por conta de guerras, perseguições, explorações, terrorismo; a tecnologia de guerra está sempre presente nestas bandas... O dinheiro do petroléo, o dinheiro que as nações e grupos mandam para a causa Palestina, por exemplo, ao invés de servir a população de Gaza serve para formentar mais guerra.
Eu creio que um governante como Putim pensa que pode agradar gregos e troianos... mas, não pode! Israel é uma nação independente e democratica! O Irã é uma nação islamica e fundamentalista antissemita! Não podemos tratar igual coisas diferentes... algo que a ONU sempre faz!
O que Israel deve fazer é confiar desconfiando e mais do que nunca fortalecer sua defesa!
Que Deus abençoe os pilotos e que se recuperem sem sequelas! Israel precisa muito dos seus soldados, pois com certeza, a tecnologia, bombas, armas não é tudo!
Shalom Israel!
Olga

Felipe de Souza Xavier disse...

Engraçado como temos vistos nos últimos dias muitas falácias dos atuais governantes. Comoo pode Israel acreditar em tamanha mentira.
A Rússia não está do lado de Israel e não irá pelejar a favor de Israel.
A poucos dias eu li uma reportagem que tem tudo pra ser verídica dizendo que:
O Irã em breve irá se fortalecer com as novas aquisições de aviões modernos de guerra comprados da Rússia.
Ou seja . A Rússia não tão idiota a ponto de arma o Irã e depois guerrear contra eles.
Já li já reeli e cada dia mais fico convicto que o rei do norte gogue a quem o Senhor Deus disse que permitirá ir contra Israel nos últimos dias juntamente com outras nações é a RÚSSIA.
Isso sucederá para que o nome do Senhor seja glorificado.

Felipe de Souza Xavier disse...

lendo sobre as guerras que parecem florecer em israel.
Eu me lembro de uma passagem bíblica.
Quando foram prender Jesus alguém dos que estavam com ELe lançou mão a espada e cortou a orelha de um do soldados. Mas Jesus disse guarde a sua espada por que o todo que lançar mão a espada á espada morrerá.
E Jesus disse pensas que eu não poderia orar a meu Pai e ele me mandaria imediatamente mais de 12 legiões de anjos?
Ou seja minha luta não é contra carne.
Em outra passagem bíblica Pedro pensando que o reino do Senhor Jesus Cristo era nesse mundo quis se opor a vontade do Criador. E foi repreendido pelo Senhor Jesus Cristo que disse para trás de mim opositor.
Esse reino terreno não tem salvação. Tudo será destruído pelo fogo.
Vamos lutar pelo Reino de Jesus Cristo.
Reino de paz justiça.

Alex Sene disse...

Lobo em pele de ovelhas esses Russos... e começa a se cumprir Ezequiel 38:11 subirá as aldeias não muradas