sexta-feira, maio 04, 2018

GIRO D'ÍTALIA (VOLTA À ITÁLIA EM BICICLETA) ENTUSIASMOU AS RUAS DE JERUSALÉM

As ruas de Jerusalém encheram-se esta manhã de fãs de corridas de bicicleta para assistiram ao início de uma das mais famosas competições do mundo na área do ciclismo, a grande competição "Giro D'Italia", ou, Volta à Itália em Bicicleta. Calcula-se em cerca de 10.000 os espectadores desta grande competição, uma das maiores do mundo. 
176 atletas representando 22 equipas suaram a estopinhas sob o calor da capital de Israel, naquela que é considerada já a primeira grande competição ciclista europeia realizada fora do espaço europeu. Jerusalém, a capital de Israel, foi a primeira cidade contemplada, ou não fosse a capital do mundo!
Esta é a 101ª edição do "Giro d'Italia", tendo tido o seu arranque esta manhã em Jerusalém, sendo já considerado o maior evento desportivo de sempre em Israel.

DE JERUSALÉM A ROMA...
As primeiras três etapas desta competição com a duração de 21 dias decorrem em Israel, regressando depois a competição à Itália e terminando na capital Roma.
Esta primeira etapa teve um percurso de 9,7 quilómetros, ao redor das muralhas da Cidade antiga de Jerusalém e perto dos locais sagrados, evitando-se mesmo assim passar em zonas politicamente mais problemáticas.
Amanhã irá decorrer a segunda etapa, com um trajecto de 167 quilómetros, desde Haifa até Tel Aviv. A terceira etapa a realizar no Domingo será a mais longa e cansativa: 229 quilómetros (a segunda maior de toda a volta), desde Berseba, a capital do deserto do Negueve, até à cidade mais a sul de Israel, a paradisíaca Eilat, junto ao Mar Vermelho. 
A quarta etapa já será transferida para a Sicília, no sul da Itália, terminando em Roma, num total de 3.546 quilómetros a percorrer em 21 dias.

Shalom, Israel!

4 comentários:

Brazillian horror sTory disse...

Eu gostaria de saber, por que ah necessidade de um padrinho ou colega coisa ao tipo, para que um não judeu possa frequentar uma sinagoga? sabendo que America, é um povo muito mixado, e por consequências muitas pessoas, podem ter como seus ancestrais, parentescos Judeus, mais pelo cristianismo e outras religiões protestantes, foram perdendo a tradicionalidade? refletindo isso por que a dificuldade em obter feedback de uma instituição judaica? em frequentar uma sinagoga?

Victor Nunes disse...

Muito bom

Olga disse...

Eu respeito muito o povo judeu... respeito muito Israel! Ele tem suas tradições e, muitas são bem ortodoxas... muito disso cooperou para que não fossem aniquilados como povo...
Li numa reportagem que Israel está mais receptivo aos cristãos, principalmente, protestantes... eu amo o versículo que diz que Deus colocou todos debaixo da desobediência para com todos usar de misericórdia... há sinagogas espalhadas pelo mundo e, há igrejas, casas, cavernas... há judeus ortodoxos e há judeus messiânicos... não temos desculpa... em tudo dai graças!
Shalom Israel!
Olga

Olga disse...

Ha algo interessante que eu estava pensando que gostaria de registrar, embora saiba que não tem nada a ver com a matéria...
Eu creio que aquilo que irá potencializar a Palavra de Deus na terra nos últimos dias(avivamento) é a união de judeus e cristãos, sendo que o judeu não deixará de ser judeu por crer em Yeshua, nem o o cristão precisará se "fantasiar" de judeu pra se sentir "povo escolhido"... uma volta a igreja primitiva...
Talvez, haja "interesses religiosos" que este encontro não ocorra... E, embora espiritualmente os dois povos seja um, aqui na terra ainda teremos que lidar com diferenças e vencer o Maligno que é extremamente religioso!
Shalom Israel!
Olga