quarta-feira, maio 02, 2018

DISCURSO ANTI-SEMITA DE DESPEDIDA DE ABBAS CONDENADO PELA ALEMANHA E PELA UNIÃO EUROPEIA COMO "NÃO ACEITÁVEL"

A velha raposa que durante anos tem liderado os palestinianos revelou a sua mais que conhecida faceta anti-semita no seu discurso de despedida como líder da Autoridade Palestiniana.
Para o hipócrita Mahmoud Abbas, agora em fase de retirada da organização que ele (des)governou a pós a morte do assassino terrorista vencedor do prémio Nobel para a Paz, Yasser Arafat, o holocausto aconteceu por culpa dos judeus. Para este imbecil, o Holocausto "foi o resultado do comportamento social dos judeus" e não do anti-semitismo.
No discurso proferido entre os seus párias na passada Segunda-Feira à noite, Abbas afirmou que foi a relação dos judeus com os bancos que conduziu às hostilidades contra eles. 
Estas afirmações do líder palestiniano provocaram uma grande revolta em Israel, e duras críticas por parte da Alemanha e da União Europeia.
No seu interminável discurso perante centenas de membros do Conselho Nacional Palestiniano, o velho líder de 82 anos alegou que o Holocausto não foi originado pelo anti-semitismo, mas sim pela "conduta social, interesses e assuntos económicos dos judeus."

CONDENAÇÃO EUROPEIA
A própria Europa dos 27 assumiu uma invulgar postura crítica em relação a esta verborreia verbal do chefe palestiniano, considerando as suas afirmações como "inaceitáveis."
"O discurso que o presidente palestiniano Mahmoud Abbas proferiu no dia 30 de Abril conteve afirmações inaceitáveis relativas às origens do Holocausto e à legitimidade de Israel" - declarou um porta voz dos serviços diplomáticos europeus, acrescentando: "Tal retórica só vai beneficiar aqueles que não querem uma solução 2 estados, que o presidente Abbas tem constantemente defendido."

O incrível é haver ainda quem acredite neste velho idiota mentiroso e na gente que ele representa...

Shalom, Israel!

4 comentários:

Olga disse...

Uma hora a máscara cai... o espírito de hitler nunca abandonou este mundo... é por isso que lideres como Abbas encontra muitas portas abertas entre nações e organizaçoes! O que prevalece é o engano e a morte! Mas, logo deixarão de existir!

E vi um anjo forte, bradando com grande voz: quem é digno de abrir e de desatar os seus selos?
E, ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.
E eu chorava muito, porque ninguém fora digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.
E disse-me um dos anciãos: Não chores: eis aqui o Leão da Tribo de Judá, a Raiz de Davi que venceu para abrir e desatar os seus sete selos.
Apocalipse 5:2;5
Shalom! Shalom!Shalom!
Olga

Victor Nunes disse...

Esse cara já tá com pe na cova deixa ele falar

Paulo W. Helmich disse...

O termo "anti-semita" é, a meu ver, mal empregado, na medida em que os árabes também são semitas!

Neste aspecto, o discurso de Abbas não é propriamente anti-semita, mas anti-judaico!

Tal qual o discurso nazista, Abbas profere palavras de ódio contra o povo e a nação judaica!

E esse ódio milenar tem suas origens num sentimento de Inveja e Recalque intransponíveis, que move os INIMIGOS do povo judeu e do Estado de Israel!!

Jairo Vasconcellos disse...


Paulo, você disse tudo!,abbas, vai pela sombra!!!!!!!!!

SHALOM ISRAEL!!