sexta-feira, agosto 14, 2015

ISRAEL: DA DEFESA AO ATAQUE

Numa imprecedente abertura à comunicação social, o chefe supremo das Forças de defesa de Israel Gadi Eisenkot lançou um comunicado revelando as novas estratégias do exército de Israel: Israel não irá iniciar guerras, mas se tal for imposto a Israel, As FDI partirão para a ofensiva e não na defensiva. 
Foi também diferenciado o critério a usar entre 2 situações diferentes: "emergência" e "guerra."

Os inimigos de Israel que se cuidem...

Shalom, Israel!

3 comentários:

olga disse...

Oraremos por Israel, pois, infelimente, estamos diante do inevitável: "guerra"... Pelo menos é o que penso!
Shalom Israel!
Olga

Olga disse...

O mundo também está em guerra, mas não sabe... Hoje mesmo aqui em São Paulo - Brasil homens encapuzados mataram várias peesoas, uma verdadeira chacina... homens encapuzados? Viram o padrão? O espírito que rege esta gente é o mesmo... Nossa luta é contra o princípe deste mundo... Mas, muitos não sabem isto também! Nem tudo é religião! E, tudo é religião... Asiim caminha a humanidade... A tragédia já superou a comédia há muito tempo... Não há mais lugares seguros... Talvez, Israel... Maranata!
Shalom Israel!
Olga

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Guerra e Segurança são palavras ambíguas em si. Quem quer ser assassinado? Quem quer ser considerado assassino? Mas de onde vem o poder que sustenta cada centavo do sistema monetário internacional? Todos que compram e vendem, mesmo por atos de bondade, o fazem através de um sistema mortífero mumdial. Não há inocentes, apenas peças de uma engrenagem gigantesca. Todo mundo que defende uma vítima de alguma forma está sujeito a promover um mal ou ter que se tornar um mal para a fonte causadora de tais males. Não há neutros. Como os TJ: votam nulo, não usam armas, recusam empregos militares e políticos, mas devem cada fôlego social deles principalmente aos cristãos que se esforçam em tais funções (HIPOCRISIA!), sem falar de que em vários países só não foram exterminados graças a exércitos ou milícias cristãs, enquanto ensinam de aluno para aluno que toda Igreja Cristã e Evangelica pertence ao Satã. Estão no sistema, fazem parte dele e o sustentam, como todos nós, porém com argumentos anarquistas e facciosos, que os terroristas muçulmanos usam em grau extremo e aberrante, e contra todos nós.
Guerra da parte de Israel, judeus e cristãos sionistas responsáveis ante a Segurança Global Obrigatória é Necessidade Indiscutível e a Segurança dos Povos mesmo antes da Consciência e Ação do Sagrado, não pode viver sem a bênção deste assunto ser bem conduzido e vivido.