sexta-feira, outubro 16, 2015

PALESTINIANOS INCENDEIAM TUMULO DO PATRIARCA JOSE

Copiando os metodos do "ISIS", mais de cem palestinianos incendiaram esta madrugada um dos mais sagrados simbolos para o judaismo, e tambem para o cristianismo, e ate para o islamismo: o tumulo do patriarca Jose.
As forcas de seguranca palestinianas acorreram ao local para extinguir o fogo ja condenado por Mahmoud Abbas, que mandou entretando abrir um inquerito ao grave incidente.
Este fogo criminoso deu inicio a comemoracao palestiniana do "dia da raiva" que, quais animais  selvagens eles celebram destruindo patrimonio sagrado e atacando as vidas de cidadaos israelitas, tal como esta tarde aconteceu a um judeu esfaqueado por um palestiniano na cidade biblica de Hebron.

Shalom, Israel!

3 comentários:

olga disse...

Não pensem que o mundo julgará com isenção estes novos confrontos. Tudo é uma grande farsa! Quando a imprensa escreve sobre o "Dia de fúria" em Jerusalém, por exemplo, esquece de notificar o origem do termo... Dia da raiva, dia da fúria, guerra santa são apenas alguns dos slogans dos "amantes da paz"! A mídia de forma geral já escolheu quais são as vítimas e quais os vilões. Se a vida é preciosa e citam os Direitos Humanos, preciosa é a vida tanto de um palestino quanto de um judeu...
Aqui no Brasil eles estão dividindo a sociedade em brancos e negros, cristãos e homossexuais, pobres e ricos... Há um tipo de liderança no mundo que está preparando o terreno pro governo mundial e, este vem para matar, roubar e destruir... É o ministério dele! E, usa veículos como a imprensa para disseminar seu veneno! Mas, não somos inocentes, cada um dará conta a Deus de si mesmo! Precisamos escolher que caminho seguir...

"E acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor no cume dos montes, e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações.
E irão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor.
E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear.
Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na luz do Senhor".
Isaías 2:2-5
Shalom isael!
Olga

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Que Israel se posicione e assuma sua soberania e expansão militar defensiva

Oliveira da Figueira disse...

Imaginemos por um instante que os judeus ou os cristãos incendiavam uma mesquita relevante para o Islão. Era a III Grande Guerra.

Esse é o túmulo do grande José do Egipto, não é sequer uma obscura mesquita como a de Al Aqsa, onde ainda há poucas décadas pastavam rebanhos de ovelhas, uma mesquita esquecida numa cidade que nunca teve nenhum interesse especial para os colonos islâmicos: Jerusalém. Nem sequer aparece mencionada no Alcorão.

Temos que ser nós, na Internet, a fazer o papel que caberia aos media. Enquanto não nos calarem e tivermos que recorrer à fotocopiadora e à folha distribuída de mão em mão.