terça-feira, março 22, 2016

DAESH REIVINDICA AUTORIA DOS ATAQUES TERRORISTAS EM BRUXELAS

O grupo terrorista islâmico Daesh, também conhecido por "estado islâmico", já assumiu a responsabilidade pelos terríveis 3 atentados cometidos esta manhã no aeroporto de Zaventem, o principal de Bruxelas, e na estação de metro de Maalbeek, que causaram a morte de pelo menos 34 pessoas e ferimentos em cerca de 180.
Segundo o comunicado do Daesh emitido desde o Cairo, "os guerreiros do estado islâmico levaram a cabo uma série de explosões com cintos explosivos e dispositivos na Terça-Feira, tendo como alvo um aeroporto e uma estação central de metro no centro da capital belga, Bruxelas."

Logo a seguir aos pérfidos ataques terroristas, os simpatizantes expressaram o seu regozijo através das redes sociais.
Crê-se que este ataque terrorista à "capital" da Europa estará ligado à recente detenção do principal cabecilha dos ataques em Paris, na sexta-feira negra de 13 de Novembro último e que causou a morte a 130 pessoas. A detenção do terrorista deu-se exactamente num dos bairros de Bruxelas.
Logo a seguir às 2 explosões no aeroporto de Bruxelas, surgiram comunicados de simpatizantes do Daesh no twitter, com expressões como: "Bruxelas está a arder", e aludindo os destinatários dos ataques como "os cruzados ocidentais."
Tanto o presidente como o primeiro-ministro israelitas já enviaram as condolências de Israel ao povo belga. Hussein Obama também se referiu aos atentados no início do seu discurso desta manhã em Havana, Cuba. 

Estas imagens ao lado foram captadas pelas câmaras de segurança do aeroporto de Bruxelas e revelam os três terroristas a caminho do local onde causaram as explosões na zona de embarques internacionais, junto à companhia aérea norte-americana "American Airlines." Os 2 terroristas de preto fizeram-se explodir, enquanto o terceiro, de chapéu na cabeça, pôs-se em fuga, estando a ser agora procurado em toda a região de Bruxelas.
O primeiro-ministro israelita comentou que os atentados não têm causa, e que vêm realçar a luta de Israel contra a criminalidade e os imperativos extremistas impostos pelos seus inimigos.

Shalom, Bruxelas! Shalom, Israel! 


3 comentários:

André M. dos Santos disse...

Essa, no bom sentido, te passaram a perna, veja: https://blogaultimatrombeta.wordpress.com/2016/03/22/sangue-no-aeroporto-da-belgica/

De Sousa disse...

O verdadeiro Rei de " terror " para os filhos da perdição chama-se Yahushuah. Yahushalaim de ouro com muros de fogo não há demônio que lá entre o possa dividir...a causa do radicalismo islâmico para a destruíção de Yahushalaim é uma missão impossível, visto que a cidade de ouro não tem fundamentos neste mundo.

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Iehouah Tseva'ot instrui por meio do sionismo
Seja extinto o Islã