terça-feira, setembro 12, 2017

APOCALIPSE 12 E A CONSTELAÇÃO DE 23 DE SETEMBRO: NADA EM COMUM! - Parte final

Sem querer descartar a hipótese de Deus falar à humanidade ou aos "sábios" através de sinais astronómicos, uma vez que os astros foram dados para "sinais e para tempos determinados e para dias e anos" (Génesis 1:14), mesmo assim todo o cuidado é pouco quando se trata de especulações acerca de algo que não tem qualquer fundamento racional, muito menos crédito bíblico. 

É claro que, no passado, os astros serviram por vezes como orientação e até confirmação de algo de tremendo que o Senhor Deus iria ou estava realizando na terra entre os homens. Assim foi com os magos astrólogos que vieram do Oriente adorar o Messias na Judeia, porque tinham visto "a Sua estrela" no Oriente.

Há que no entanto pesquisar a fundo as profecias bíblicas para encontrar "pistas" que nos dêem segurança em relação a sinais presentes ou futuros, uma vez que tanto os profetas, como o Messias Jesus, e os próprios apóstolos nos deixaram um grande número de alertas proféticos, ou seja, acontecimentos invulgares na Natureza que, ao ocorreram, acabariam por confirmar a veracidade das profecias, transmitindo-nos certezas e segurança em relação ao que a seguir virá no programa divino. E, como sabemos, todos esses sinais, alguns deles já visíveis na nossa geração, anunciam a próxima Vinda do Messias e o inescapável juízo de Deus sobre toda a humanidade rebelde.
Contudo, se formos analisar todos os sinais anunciados (guerras e rumores de guerras, fomes, pestes, terramotos em vários lugares, ondas gigantescas, depravação moral e espiritual, falta de fé e de amor verdadeiro, as inúmeras heresias e o abundar de falsos profetas, a perseguição e o martírio dos santos, a indiferença espiritual, o galopante materialismo e hedonismo, a manifestação e controle económico mundial às mãos do Anticristo, etc. etc.), reparamos que todos eles se dão na terra e nomeio da sociedade que nela habita. Nenhum desses sinais tem a ver com constelações de estrelas ou alinhamento de planetas, excepto um. E é sobre esse "grande sinal" que devemos concentrar as nossas expectativas, pois esse, sim, foi anunciado pelo próprio Messias no Seu conhecido sermão profético anunciado no Monte das Oliveiras, e onde podemos descortinar toda a cronologia dos acontecimentos actuais e futuros. 

"O SINAL DA SUA VINDA"
Depois que os discípulos do Mestre receberam da parte d'Ele uma inesperada e aterradora revelação de que aquele majestoso Templo que ali se encontrava diante deles e que todos julgavam imortal, seria derrubado ainda no tempo deles, "não ficando pedra sobre pedra", a primeira imagem que terá passado na mente deles seria a do fim do mundo, tal como eles o conheciam então. E com toda a razão...
Atentemos por isso com toda a atenção às três perguntas que eles fizeram ao Messias:

1 - "Dize-nos: quando serão essas coisas?"
2 - "Dize-nos: que SINAL haverá da Tua vinda?"
3 - "Dize-nos: que sinal haverá do fim do mundo?"

Repare-se que o Messias não fugiu à pergunta essencial "que SINAL", mas deixou a resposta para o fim, pois era necessário que eles (e consequentemente nós também) conhecessem o desenrolar dos acontecimentos ouvidos da boca d'Aquele que tem o futuro nas Suas mãos.
O Senhor passa então a descrever os "pequenos sinais" que antecedem o "grande SINAL" da Sua vinda. Alguns desses sinais já foram descritos acima, e estão enquadrados no período de tempo denominado "princípio de dores", seguido do período mais tenebroso de toda a História conhecido como "Grande Tribulação." 

7 ANOS - 7 SELOS
Esse período de 7 anos em que todos estes acontecimentos irão decorrer só se inicia com a abertura do 1º selo do Livro que está nas mãos do Leão da tribo de Judá - Apocalipse 5 e 6. A sequência da abertura desses 7 selos confirma com toda a exactidão a mesma cronologia dos acontecimentos narrados pelo Messias Jesus em Mateus 24 e Lucas 21:

1º Selo - Manifestação do Anticristo; Ele "saiu vitorioso e para vencer", obviamente através do engano e da falsidade. Dá-se aqui a assinatura da "aliança com muitos por uma semana" (7 anos) revelada através do profeta Daniel (9:27).
2º Selo - Guerras e rumores de guerras;
3º Selo - Grave crise económica e fome universal;
4º Selo - Morte de um quarto da população mundial através de guerras, fomes, pestes e violência animal;
5º Selo - Martírio dos santos (a Igreja fiel ao Messias) à escala global;
6º Selo - Grande sismo e cataclismos, o esperado "big one". Os céus e a terra são sacudidos, escurecendo o sol e a lua, dando lugar a uma verdadeira chuva de estrelas e a hetacombes geológicas e celestiais; gera-se o pânico mundial, tanto mais que se sabe o que vai acontecer de seguida...A Vinda do Messias!
7º Selo - Início do Juízo do Senhor Deus sobre a humanidade, através do toque das 7 trombetas e do derramar das 7 taças da Sua ira.

MAS, "QUE SINAL HAVERÁ DA TUA VINDA?"
Voltando agora à segunda pergunta feita pelos preocupados discípulos: "Que SINAL haverá da Tua vinda?", somos esclarecidos pelo próprio Senhor sobre que SINAL é este. Repito: não "sinais", mas "O SINAL". Passo a narrar as palavras esclarecedoras do próprio Messias:
"Logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas" - Mateus 24:29, confirmado por Apocalipse 6:12 - 14 (6º selo).
E agora, e só agora, vem finalmente a esperada resposta à grande questão: "Qual será O SINAL da Tua Vinda?"

"ENTÃO APARECERÁ NO CÉU O SINAL DO FILHO DO HOMEM"
Logo a seguir às hetacombes anunciadas no verso 29, Jesus começa (no verso 30) com o importante advérbio "então" que, na nossa língua significa: "nesse ou naquele tempo ou momento", "em vista disso", "posto isto", etc. Será por acaso que Ele usa essa palavra? Claro que não! Ele quer que todos saibam que a Sua vinda só acontecerá depois de todos aqueles acontecimentos, ou "pequenos sinais", e que então que será o tempo dos Seus fieis "erguerem as suas cabeças, porque a redenção está próxima!"

Sim, todos verão o "grande SINAL da Sua vinda": quando tudo estiver em trevas (o sol escurecerá e por consequência a lua também) e se der a grande convulsão celeste, então ver-se-à o SINAL: o Filho do homem "vindo nas nuvens com poder e grande glória!"
E como será glorioso esse momento! No meio das terríveis trevas, irradiará a Luz verdadeira, a verdadeira Luz que ilumina o mundo, Jesus, o Messias, o Filho de Deus!

DAR-SE-À DE SEGUIDA "O AJUNTAMENTO DOS ESCOLHIDOS"
Tal como o Messias Jesus prometeu há 2 mil anos pouco antes da Sua morte expiatória, Ele virá buscar os Seus, para que estejam com Ele para sempre - "Virei outra vez, e vos levarei para Mim mesmo, para que onde Eu estiver estejais vós também" - João 14:3.

E é exactamente nesse Dia que se consumará a Sua tão esperada promessa: "Ele enviará os Seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os Seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus" - Mateus 24:31 e Marcos 13:27. 

Este é então o único SINAL a aguardar. Todos os outros são preparatórios e servem para nós de referência para o grande, aquele que nos levará a erguermos as nossas cabeças e a olharmos para cima, para "esperar dos céus o Seu Filho, a Quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura" 
- 1 Tessalonicenses 1:10. 

A CONSTELAÇÃO DO DIA 23 DE SETEMBRO

Em face de todo o conteúdo exposto acima, será uma perda de tempo especular sobre qualquer outro sinal cosmológico. A especulação desenvolvida por Mark Blitz sobre a conjugação de estrelas e de alguns planetas a observar no próximo dia 23 de Setembro, e que, segundo ele, encaixa com a visão que João teve e que está narrada em Apocalipse 12, não só não tem qualquer base bíblica, como não demonstra qualquer lógica. Senão, vejamos:

- A visão que João teve da mulher coroada com 12 estrelas, grávida e com dores de parto, com um dragão desejoso de destruir o fruto do seu ventre, e cujas personagens estão perfeitamente identificadas na História bíblica (Mulher = Israel; o Filho varão = o Messias Jesus; o dragão vermelho = Satanás) é algo ocorrido já há 2 mil anos. Qual a necessidade de repetir essa visão agora? Já não conhecemos a História da incarnação do Emanuel e das tentativas de Herodes (a mando de Satanás) para matar o menino em Belém? 
- Os defensores desta teoria (por sinal possuidores de uma grande imaginação) alegam que o "varão" que a mulher dá à luz é a Igreja, e que portanto o filho "arrebatado para Deus" é a Igreja, donde presumem que esta constelação do dia 23 de Setembro é o sinal que anuncia o arrebatamento. O problema é que, segundo os especialistas e os próprios cientistas, esta constelação só aparece a cada 6 mil anos! Ora, se o apóstolo João viveu há cerca de 2 mil, como é que ele poderia ter visto uma constelação - ainda por cima a olho nu - que só teria sido vista 4 mil anos antes, ou 2 mil anos depois?
- Os propagadores desta imaginativa teoria alegam que "o filho homem" nascido da mulher (Israel) não pode ser o Messias Jesus, porque, segundo eles, a partir do capítulo 4 do Apocalipse tudo é futuro, portanto a visão do "filho homem" não pode corresponder a Jesus, uma vez que Ele nasceu e ascendeu aos céus há 2 mil anos. Portanto, segundo eles, tem de ser a Igreja. Mas então coloca-se a questão: e a Igreja nasceu quando? Não foi há 2 mil anos? Seguindo a lógica (por sinal absurda) desta colocação, a Igreja ainda vai nascer, porque quando a dita constelação do dia 23 for vista, a "criança" ainda está no ventre da mãe...
- Muitas outras questões se levantam sobre este assunto, mas o essencial está dito. E, sinceramente, considero uma grande perda de tempo alimentar esta visão mais própria de um filme de ficção científica...

MAS... E 2017...?
Sem dúvida que 2017 traz a conjugação de muitos acontecimentos fulcrais na História da humanidade. Este é de facto o ano de todas as comemorações. Tanto de coisas boas, como de más. E sem dúvida que Israel está no centro das atenções neste ano e no próximo, uma vez que se completa uma geração bíblica de 70 anos desde a fundação do moderno estado de Israel, e os 50 anos - um Jubileu bíblico - da libertação da capital Jerusalém, em cumprimento de uma das grandes profecias do Messias. Desde há vários anos que neste blog tenho vindo a falar sobre 2017 e os temores associados ao mesmo.  Algo de grande vulto pode até acontecer neste período de tempo a Israel. Tanto de bom, como de mau. Mas não sabemos o quê, muito menos quando. Claro que as Festas do Senhor com Israel sempre coincidem com algum acontecimento importante relacionado com o povo judeu. Estamos à beira do Rosh Hashanah, o Novo Ano judaico, com a celebração da Festa das Trombetas. 
O que poderá acontecer nesses dias? Só o Senhor Deus sabe.
Por tudo isso que expus nestes 4 trabalhosos artigos, a minha proposta é que aguardemos o desenrolar dos acontecimentos, sempre vigilantes e activos na Obra do Senhor, e analisando os sinais à medida que eles se vão encaixando nos textos proféticos, mas nunca antecipando aquilo que não nos foi revelado, muito menos afirmando datas que são do conhecimento único e exclusivo do Senhor Deus. 

Shalom a todos os que pacientemente me leram nestes 4 dias. Como sempre, estou disponível para responder a quaisquer dúvidas, a debater opiniões, mas sempre dentro do respeito que nos é requerido e nunca sob o disfarce do anonimato. Respeito todos quantos têm e professam opiniões divergentes das minhas. Não alego nem nunca presumirei ser a "suma sapiência" em coisa alguma. Desde há décadas que sou um devoto estudioso destes assuntos, é verdade, mas continuo sempre aprendendo, aberto a novas revelações bíblicas, e disponível para partilhar aquilo que julgo ter aprendido ao longo de todos estes anos de vida cristã.

Shalom! Maranatha!







12 comentários:

Adriel disse...

Muito bom a sua colocação meu irmão, bem coerente apesar de discordar em alguns campos, respeito como vc também respeita opiniões diferentes, so discordo com todo o respeito que lhe é divido até porque sei e vejo que o senhor conhece muito sobre a escritura sagrada. Vejo a visão de João como uma visão mesmo ou seja algo sobrenatural onde o Senhor Jesus mostra a João algo simbólico que aconteceria tempos distantes e sobre o fenômeno astrônomico que acontecerá dia 23 próximo também concordo que não será o nascimento da igreja mas acredito que é o cumprimento do 12 de Apocalipse e que a partir daí com certeza vai acontecer algo, nao necessário no dia, mas que será notório como preparação para vinda de Jesus para aqueles que estão atentos olhando para a escritura sagrada. Que Deus abençoe grandemente vc com seu trabalho.

Adriel disse...

Só mais uma observação! Apocalipse creio que é todo revelação e não faz sentido João ter uma revelação de coisas que ele próprio vivenciou ao lado do próprio Jesus, então essas revelações é algo que ainda iria acontecer como as revelações de Daniel é algo para o futuro.

ronildo welter disse...

Só pra deixar registrado que discordo em grande parte com sua colocação, e concordo com as palavras do Adriel

Xavier disse...

Boa tarde pela primeira vez eu faço aki um comentário mas a um tempo que leio suas publicações.
E sempre fico na expectativa do próximo assunto.
E só um detalhe acerca de um assunto tão sério complexo e cheio de mistérios.
O apóstolo Pedro diz o seguinte na sua segunda carta capítulo 1 versículo 20 e 21.

20 Acima de tudo, lembrai-vos de que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
21 Pois a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os Santos da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.

Pra completar as visões de João em partes são para o tempo futuro em partes já aconteceram em partes estão acontecendo.
E só iremos interpretar e discernir tais visões segundo o Espírito Santo de Deus que testifica em nós a palavra da Verdade.
Para aqueles que queiram seguir lendo o que o apóstolo Pedro diz acerca dos falsos mestres e dos persuadores da palavra de Deus.
Irão ver o que Deus fará com eles.
Estou a estudar acerca do assunto mas confesso que me senti mto confortável lendo as quatro partes acerca de apocalipse 12. Que o Senhor Jesus Cristo o nosso Messias segue nós conduzindo pelo caminho plano da sua Verdade.
Graça e paz a todos no amor de Jesus Cristo.

virginia tenreiro disse...

Obrigada irmão pelos esclarecimentos, já interpretados por outros irmãos. É sempre gratificante relembrar todos estes acontecimentos, passados Presentes, e feridos. Que Deus nos dê espírito de sabedoria, e entendimento. Para que possamos estar em vigia, quando formos chamados a comparecer , na sua presença.muito obrigada

ISAAC PINHO disse...

SHALOM, DISSO QUE PRECISAMOS NESTES ÚLTIMOS DIAS DE COERÊNCIA PARABÉNS. A VERDADE É QUE ESTAR SE TORNANDO UMA FEBRE NAS IGREJAS E ATÉ FORA DELAS OS SEGUIDORES DE SINAIS AO INVÉS DOS SEGUIDORES DO SENHOR DOS SINAIS, E ISSO TEM CRIADO ANSIEDADE DESCABIDA NOS FIÉIS, CRISTO DISSE PARA NÃO ANDARMOS ANSIOSOS POR COISA ALGUMA.
SHALOM


Felipe de Souza Xavier disse...

Os sinais seguiram os que creem.
Mas temos que estar vigilantes por que o Senhor Jesus nos disse nós últimos dias virá muitos falsos profetas e mestres pessoas que distorcem a palavra da Verdade com discernimento carnais. Mas em apocalipse 22:18 João adverte dizendo que aquele que acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas nesse livro.

20:19 Se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, E da cidade Santa, Que estão escritas neste livro.

Victor Nunes disse...

A mulher e Israel e a igreja juntos Oliveira brava e natural esse do dia 23 e estranho é magnífico porque dia 29 novembro vai completar 70 anos dá partilha dá Palestina onde Israel renasceu e Jesus disse não passará está geração pode ser anunciado fim do tempo dá graça e início dá grande tribulação

Felipe de Souza Xavier disse...

A vinda do Messias está próximo. Mas n não nos demovais facilmente e nem nos pertubamos por espírito por palavras por epístolas como se procedesse de nós.
Como se o dia de Cristo já tivesse chegado.
Ninguém de maneira alguma vos engane, pois isto (a vinda do Messias) não acontecerá sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição. Ele se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, de sorte que se assentará, como Deus , no templo de Deus, querendo parecer Deus.

Felipe de Souza Xavier disse...

Irmãos os sinais seguirão aos que creem. Jesus nos ensinou o Caminho a ser seguido não vamos nos desviar desse Caminho.
A muitos falsos mestres entre nós os quais com suas interpretações errôneas e carnais distorcem a palavra da Verdade. Procurando sinais e querendo fazer adivinhações de como e quando Jesus vai voltar. Esses tais querem ver sinais onde não tem. Mas os sinais verdadeiros eles não conseguem enxerga por que não os discerne em Espírito.
Olhemos para história e veremos quantos se levantaram dizendo que seria em tal dia e tal hora e nada se procedeu.
A palavra da Verdade não é escrita segundo conselhos de homens e nem profetizada por deuses feito por mãos humanas. A palavra da Verdade é uma pessoa é Jesus Cristo e Nele tudo se fez tudo se faz e tudo se fará.
O dia de Cristo ninguém sabe nem o Filho o sabe somente o Pai.
Graça e paz do Senhor Jesus Cristo a todos.

voz que clama no deserto disse...

Glória a Deus, amados irmãos que a igreja dEle ama a Sua volta!!!
Meus queridos, vejam o que diz o Espírito:
2Pe 3:3-4: "¶ tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação."
Então, "pode" acontecer de haver um "frenesi" de anunciação da volta dEle (se é que já não aconteceu!). Se assim for, cumprir-se-ä a Palavra.
Continuando o raciocínio, glorifico a Deus pelas palavras deste amado irmão administrador do blog, mas vejo que se desconsidera algo muitíssimo importante:
HAVERÁ DUAS VINDAS DO SENHOR!!! Uma invisível aos ímpios (arrebatamento) e outra onde todo olho verá, todo joelho se dobrará!!! Irmãos, isso é fundamental é não podemos esquecer!!!
Pode o Senhor voltar nestes dias??? Sim, desde que se manifeste o homem da iniquidade!!!
Mas cabe uma pergunta: quanto tempo terá da sua manifestação para o arrebatamento??? Pode ser imediatamente após???
Fica para meditarmos no espírito.
De tudo q foi dito fica: Ele é fiel! E:

Luc 13:26-27: "então começareis a dizer: Comemos e bebemos na tua presença, e tu ensinaste nas nossas ruas; e ele vos responderá: Não sei donde sois; apartaivos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade."
E:
Mat 25:11-12: "Depois vieram também as outras virgens, e disseram: Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Ele, porém, respondeu: Em verdade vos digo, não vos conheço.
Isso é: conhece-lo e conduta!!
Glória a Deus!!!

giovana disse...

Apocalupse 12, se refere ao nascimento da nova igreja de Jesus Cristo...O povo de Israel. A outra igreja sera arrebatada sim, pois oara a igreja ja formada essa é a segunda vinda do Messias e os Judeus vao dar conta que Jesus já veio, vão confessar isso nos seus corações, e vão esperar a segunda vinda...por confusões como essa o povo de Israel padece até o dia de hoje. Deus é simples, enquanto o ser humano quiser saber mais do que o outro, confusoes de pensamentos vão estar distorcendo a mente daqueles menos esclarecidos....Paz