segunda-feira, julho 22, 2013

EUROPA COLOCA "BRAÇO MILITAR" DO HEZBOLLAH NA LISTA NEGRA DOS GRUPOS TERRORISTAS.

Talvez para tentar compensar a estúpida decisão de boicotar todos os acordos e negociações com Israel pré-fronteiras de 1967, a Europa dos 28 vem agora dar sinais da sua irracional, dúbia e tendenciosa diplomacia, ao ter colocado unicamente a ala militar, ou seja, o braço armado do grupo terrorista Hezbollah na sua lista negra dos grupos terroristas. 
Após anos e anos de indecisão, os ministros europeus tomaram finalmente esta manhã essa dúbia decisão, uma vez que ela foi apenas até metade. Por que não colocaram a própria organização terrorista do Hezbollah na lista negra, e estão a dar com uma mão e a tirar com a outra?
O ministro dos Negócios estrangeiros de Israel, Avigdor Lieberman, que não costuma ter "papas na língua", já protestou, ainda que com modos brandos: "Como habitual, os europeus ficaram satisfeitos em ir só até metade do caminho, tomando uma decisão parcial que não é suficiente."
Segundo a decisão tomada pela Europa dos 28, a partir do dia em que a medida entrar em vigor, os cidadãos dos 28 países membros da União Europeia ficam proibidos de transferir fundos para o movimento xiita, e os diplomatas europeus não poderão ter encontros com representantes da organização terrorista.
Além disso, todos os activos do Hezbollah depositados em território europeu ficarão congelados.
Shalom, Israel!

3 comentários:

Zafenate Panéia disse...

A UE está se comportando de forma falsa e insegura com Israel, ELES mordem e assopra!!

Paulo Hemmerich disse...

Querem saber: eu nem esperava tanto dos ingênuos europeus!

Anónimo disse...

A Europa ao longo do tempo praticamente se entregou nas mãos dos árabes mulçumanos, fazendo negócios com esses governos se tornando sem saber reféns.Hoje nem imagina onde foram se meter e morrem de medo do Islã, e tem motivos para isso.

Fabiana