segunda-feira, julho 01, 2013

TENSÃO EXPLOSIVA NO EGIPTO

De hora a hora cresce a tensão política e social no Egipto, estando a sociedade dividida entre a apoio ao presidente Morsi e a exigência para que ele saia nas próximas 24 horas.
São milhões os egípcios que nas últimas horas se têm manifestado nas ruas e na famosa praça Tahrir. 
5 ministros acabaram de se demitir há poucas horas atrás.
A sede da "Irmandade Muçulmana" foi também invadida e saqueada pelos contestatários de Morsi.
Agora foi o chefe supremo das Forças Armadas do Egipto a exigir ao governo que no prazo máximo de 48 horas dê respostas às exigências do povo egípcio, de outra forma apresentará o seu próprio "mapa para o futuro".
As próximas horas serão assim decisivas para o futuro desta grande nação árabe. As manifestações que trouxeram às ruas neste fim de semana milhões de pessoas já provocaram pelo menos 16 mortos e mais de 780 feridos. 
A bandeira de Israel tem sido como sempre alvo da fúria dos manifestantes, que a queimam no meio das ruas, num sinal do ódio deste povo de maioria muçulmana contra o Ocidente e muito em especial Israel.

Só Deus o que poderá acontecer nas próximas horas. Só espero que o Egipto não venha a ser uma nova Síria...
Shalom, Israel!

1 comentário:

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.