quarta-feira, fevereiro 10, 2016

MATANÇA DE CRISTÃOS DUPLICOU EM 2015 FACE AO ANO ANTERIOR

São aterrorizadores os dados fornecidos pela organização cristã "Open Doors USA" - "Portas Abertas EUA" - na sua "watch list" anual.
Segundo o relatório agora divulgado, o ano de 2015 foi o pior ano da História moderna no que concerne à perseguição a cristãos por causa da sua fé. A matança de cristãos quase duplicou em relação ao ano anterior (2014): cerca de 7.000! Os países mais "culpados" são, por ordem de violência contra cristãos: Coreia do Norte, Síria, Iraque, Eritreia, Afeganistão, Paquistão, Somália, Sudão, Irão e Líbia. 
Na esmagadora maioria dos casos, os autores dos massacres a cristão são indivíduos que seguem o islamismo radical. Segundo a "Portas Abertas", o aumento do extremismo violento islâmico "é o gerador principal da perseguição em 35 dos países mencionados no relatório."

Em regiões do Médio Oriente e da África sub-sariana a perseguição "subiu ao nível da limpeza étnica. Segundo o relatório, um novo fenómeno foi o surgimento crescente do terrorismo não estatal, como é o caso do "ISIS".

EXPULSOS DAS SUAS TERRAS
Os perseguidores não estão apenas a assassinar os fiéis. Eles estão também a expulsá-los das terras onde têm vivido desde há séculos. Mais de um milhão de cristãos têm sido forçados a fugir para a Europa ou para a América, saindo da África e do Médio Oriente. 
Os cristãos estão em "vias de extinção" no Iraque. Na Eritreia, os cristãos são torturados, num esforço para tentar obrigá-los a renegar a sua fé em Cristo. Os violentos hindus extremistas colocaram pela primeira vez a Índia na lista dos 20 piores países para os cristãos. 
Em outros países, os cristãos experimentaram ataques às suas liberdades religiosas, ou viram templos queimados por aqueles que os odeiam. 
As únicas boas notícias em tudo isto, assinala o relatório, podem ser resumidas nas declarações de vítimas da violência: "Os cristãos perseguidos pelo mundo fora dizem muitas vezes: somos perseguidos porque estamos fazendo algo certo, e esta perseguição mostra que somos fruto maduro para Cristo."

Devemos orar sem cessar pelos nossos irmãos e irmãs perseguidos por amor a Cristo. Oremos pela sua protecção e para que resistam firmes por Cristo diante da tortura e da morte.

Shalom!


3 comentários:

Luciano de Paula Lourenço disse...

O Ocidente, que detém o maior contingente de cristãos do planeta, é detentora do maior poder coercitivo contra essa barbárie, porém, nada faz. Isso é uma vergonha! E ainda desdenha da nação de Israel, guardiã dos cristãos no Oriente médio.
Os cristãos estão desamparados pelos governos!
Luciano Lourenço

Oliveira da Figueira disse...

Parece que há um fechar do olhos tácito dos governos ocidentais ao genocídio dos cristãos, a troco de petróleo e de uma paz que nunca virá enquanto houver Islão. É o resultado de uma Sociedade que desistiu de Deus e dos valores judaico-cristãos: afunda-se no caos e na barbárie.

rogerio Fury disse...

Não sou judeu mas digo muita coisa de um judeu deve ser copiada para atual civilização!Israel vai prevalecer não importa o quanto tentem destruir a terra de Deus,ele prometeu ele cumprira,sobre cristãos,hora de uma ofenciva,homens de coragem precisam se erguer e salvar os seguidores de cristo,morrer submisso não resolve nada,que o islã morra e pereça,que Deus mande homens de coragem para abrir os olhos dos que estão sendo perseguidos!