sábado, março 24, 2018

EM MAIS UM ACTO DE IMBECILIDADE, O CONSELHO DOS "DIREITOS HUMANOS" DA ONU APROVOU MAIS 5 RESOLUÇÕES ANTI-ISRAEL

O mais que desacreditado Conselho dos Direitos Humanos da ONU continua a ser uma plataforma para ocultar os hediondos crimes de alguns dos maiores sanguinários ditadores da actualidade, sendo por isso condenado por Israel como uma "farsa."
Ontem mesmo o Conselho reuniu-se com o objectivo de mais uma vez fazer passar 5 resoluções contra Israel - o país que se tornou o bode expiatório de todas as condenações do mais que desprestigiado órgão da ONU, que faz vista grossa às clamorosas violações dos direitos humanos cometidas actualmente pela Síria, Coréia do Norte, Sudão, Irão e muitos outros países.

INDIGNAÇÃO DOS EUA
Os Estados Unidos ameaçaram mais uma vez abandonar o Conselho de Segurança, ainda mais quando ontem o mesmo demonstrou mais uma vez os seus preconceitos contra Israel. A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, expressou-o bem: "O Conselho é grosseiramente tendencioso contra Israel", vincando que o mesmo Conselho tinha apenas votado três resoluções separadas contra a Coréia do Norte, o Irão e a Síria.
"Quando o Conselho para os Direitos Humanos trata pior Israel do que a Coréia do Norte, o Irão e a Síria, é o próprio conselho que é louco e indigno desse nome" - afirmou Haley.
E ameaçou: "A nossa paciência não é ilimitada. As acções de hoje mostram claramente que falta à organização a credibilidade necessária para ser uma verdadeira defensora dos direitos humanos."
Desde o ano passado que Haley vem repetidamente ameaçando retirar o seu país desta organização com 47 membros formada em 2006 para alegadamente proteger e promover os direitos humanos em todo o mundo.

APLAUSO DOS PALESTINIANOS
A Autoridade aplaudiu as novas resoluções, como seria óbvio de uma organização inimiga de Israel, elogiando as nações que votaram a favor das resoluções.
As cinco resoluções foram propostas por países da Organização de Cooperação Islâmica, e incluíam a condenação da "legitimidade" da venda de equipamento militar a Israel, proposta que recebeu 27 votos favoráveis, 15 abstenções e 4 votos contra. É lamentável que países como a Bélgica e a Eslovénia tenham votado a favor desta revoltante resolução.
Israel é o único país que tem um item exclusivo atribuído pela organização, uma situação por diversas vezes criticada pelos EUA e por diversos países europeus.

CONDENAÇÃO ISRAELITA
Emmanuel Nachshon, porta-voz do Ministério para as Relações Exteriores de Israel, escreveu que o conselho é "uma farsa, um objecto de escárnio dos nobres propósitos que pretende representar."
"É uma plataforma exclusivamente anti-Israel, manipulada por sangrentos ditadores que atacam Israel para ocultarem as suas massivas violações dos direitos humanos."
Uma das resoluções insiste mais uma vez que Israel abandone para a Síria os territórios bíblicos dos Montes Golan, conquistados por Israel à Síria na Guerra de 1967 e legalmente anexados por Israel como consequência da guerra. 
Outras resoluções ontem aprovadas exigem "o direito do povo palestiniano à auto-determinação", "a situação dos direitos humanos nos territórios palestinianos ocupados, incluindo Jerusalém oriental", e "os territórios dos Golan ocupados por Israel."
As resoluções ontem votadas em Genebra incluem um apelo para a adesão à Resolução 2334, passada em finais de 2016, segundo a qual os assentamentos israelitas são ilegais. A resolução apelou às nações do mundo para "condenarem a expansão dos colonatos" e "distinguir, nos tratados relevantes, entre o território do estado de Israel e os territórios ocupados desde 1967."
Tanto os EUA como a Austrália votaram contra as 5 resoluções do Conselho. 

Shalom, Israel!

5 comentários:

Olga disse...

Satanás é o pai da mentira, logo, sabemos quem é o lider que estes "defensores dos direitos humanos" serve!
Países como a Venezuela, Nigéria, Siria, Coréia do Norte, Irã, Iraque, etc., só chegaram onde chegaram pelo relativismo e ideologia diabólica dessa gente... estes representantes de si mesmos...
Acho que os Estados Unidos tem que agir logo... Que saia desse ninho de cobras! Que crie uma nova organização onde os representantes sejam verdadeiramente defensores dos direitos humanos e da democracia... País perfeito não existe, mas comparar uma democracia com uma tirania religiosa ou terrorista é o cumulo do escárnio próprio dos discipulos do principe deste mundo... principe que já age entre nós!
Que o Senhor nos proteja com seu precioso sangue...Assim como protegeu seu povo nas terras do Egito contra todas as pragas!
Shalom Israel!
Olga

Olga disse...

Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, que farás na enchente do Jordão?
Jr 12:5
Shalom Israel!
Olga

nielson guimaraes disse...

Na verdade, podemos concluir que o movimento chamado de Direitos Humanos é na verdade um Grupo de Defensores de Bandidos como vemos na ONU e também no Brasil, creio que em todo o mundo!

Olga disse...

Eu sou a favor dos Direitos Humanos, inclusive, direitos dos palestinos, sirios, americanos, brasileiros...
O que há na verdade é a distorção de tudo! Mais do que nunca ta muito dificil saber hoje em dia quem é o mocinho e quem é o bandido, mas, há valores que são universais como o direito a vida.
Acredito que ta na hora da ONU rever seus valores e efetivamente praticar aquilo que está na Declaração Universal dos Direitos do Homem e não acusar o outro daquilo que ela mesma não pratica! Alias, ultimamente está se aliando com paises que efetivamente não respeitam os direitos humanos!
Shalom Israel!
Olga

Felipe de Souza Xavier disse...

Irmãos a ONU é uma organização terrena corrupta e com certeza o principal foco da ONU é preparar caminho pro anticristo governa as nações.
A ONU não preza direitos de ninguém, a não ser os seus interesses próprios.
E digo mais: essas políticas de ínteresses de igualdades pra todos, paz para todos, segurança e direito iguais a todos. É uma farsa. Nesse mundo não teremos paz.
Por que paz só no teremos reino Eterno do Senhor o Grande EU Sou.
Israel povo descendentes de Abraão estão passando o que passam hoje justamente por suas escolhas.
Escolheram ser governados por um rei terreno. E negaram o reinado do Seu Senhor o Deus Único o Grande EU Sou.
Irmãos olhai pro alto por que dê cima que virá o socorro.
Não espere dessa organização criminosa que defende tanto direita como esquerda.
Defende atos abomináveis diante do Criador.
E tentam insistentemente mudar a verdade de Deus em mentira.
Mas a bíblia diz o juízo sobre as nações virá.
Graça e paz do SENHOR Jesus Cristo.