domingo, janeiro 18, 2009

GOVERNO PORTUGUÊS COLABORA COM O TERRORISMO!

Tenho orgulho de ser português (embora isso não me garanta qualquer atributo especial, muito menos razões de vanglória - afinal é só uma questão de patriotismo, ou o que resta dele) mas tenho cada vez mais vergonha destes idiotas que (des)governam o meu país. Optando pelo politicamente correcto - claro, olha o petróleo... - este bando de incompetentes que tem levado este país à desgraça económica e que continua a enganar o povo (que até gosta de ser enganado), acabou de proibir aos EUA o sobrevoo ou aterragens de aviões com material militar para Israel...!
Esquecem-se ou ignoram estes idiotas do que aconteceu em 1973, quando em pleno auge da Guerra do Yom Kippur Israel se viu a braços com a sua própria sobrevivência, e os EUA, num jogo perigoso andou a adiar a ajuda necessária de que Israel desesperadamente necessitava. Quando finalmente se decidiram a ajudar, os EUA pediram ao governo português de então que cedesse a base aérea das Lajes (Açores) para o reabastecimento dos seus aviões. O governo português possibilitou a base para que os aviões americanos se pudessem reabastecer a caminho de Israel. Como bênção, passados poucos meses, Portugal experimentou a "revolução dos cravos" (25 de Abril) que trouxe a liberdade de volta ao país e o fim das cruéis guerras nas colónias africanas.

Este é um dado histórico, mas poderíamos citar muitos mais.

Proteger e ajudar o povo eleito de Deus é um mandamento, ainda mais que se trata de extirpar um mal que afecta todas as nações livres, ou seja, o terrorismo islâmico. Desta forma, o terrorismo poderá expandir-se e progredir, contando desde já com a "ajuda" deste camaradas, bons aprendizes de Mário Soares, o grande amigo de Yasser Arafat.

Ao impedir a ajuda para a defesa de Israel, este governo não só cometeu uma grave falta como irá consequentemente arrastar este país ainda mais para o fundo.

Claro que o Irão continuará a fornecer petróleo a Portugal... Disso não tenho dúvidas! Eles, os do governo, também o sabem. E se não viesse de lá, teriam também o do camarada Hugo Chavez...!


Deus tenha misericórdia desta nação!


P.S. Ao "PENSADOR":

Obrigado, amigo, pela sua questão sobre o meu "suspense" em relação ao boicote da conferência por parte da Arábia Saudita e do Egipto.

Em meu entender, esse boicote tem a ver com a atitude que esses países têm em relação ao Hamas. Não só não toleram esse movimento terrorista, como não o querem à sua porta, uma vez que esse cancer tende a expandir-se e a desestabilizar esses regimes que querem viver em paz, ainda que islâmicos, e que querem tudo menos grupos fundamentalistas radicais islâmicos entre portas... Já lhes chega a Al Qaeda...

Participar nessa conferência demagógica seria de certa forma valorizar e realçar a existência e razões do Hamas, que para eles é também um movimento terrorista. Sendo o Hamas patrocinado pelo Irão, jamais a Arábia Saudita permitirá que a sua supremacia na região seja desequilibrada pelo regime iraniano, que não é só uma ameaça ao mundo livre mas também para a paz em toda aquela região.


Shalom, Israel!

1 comentário:

Santos disse...

Os desGovernos deste Portugal e de outros não percebem ainda que o Hamas profanou principios Sagrados do Corão: a utilização de Mesquitas para fins militares é definitivamente proibída... O texto é religioso, mas a explicação é óbvia, se as Mesquitas tivessem a função de armazem de munições e local de disparo de mísseis elas teríam que ser proíbidas no resto do Mundo porque passaríam a ser consideradas instalações militares.... variadíssimos documentos em video mostram e provam isso. Daí pode resultar que a esperteza de se colocarem contra Israel tenha resultado na pratica de nos colocarem a todos que vivemos em Portugal, contra o Mundo Muçulmano mais tolerante e moderado porque esse Mundo Muçulmano é o primeiro a condenar as atitudes Terroristas do Hamas.