domingo, janeiro 30, 2011

ISRAEL TEME FICAR ISOLADO

Com a instabilidade causada pela revolta das populações nas ruas do Egipto, Israel teme perder um vizinho "amigo" de grande importância estratégica, com quem já entrou em guerra mas com quem também fez a paz.
Israel teme também pelo "contágio" que essa revolta justificada possa transmitir à vizinha Jordânia, com quem também fez um acordo de paz e tem coexistido pacificamente nestes últimos anos.
Não é a revolta popular em si que mais preocupa Israel: afinal o povo expressa o cansaço e a revolta por governos e presidentes corruptos que tiranizaram o povo, usufruindo de todos os privilégios que o estatuto lhes conferia em detrimento do bem estar material e social do povo.
O que verdadeiramete inquieta Israel é o que irá resultar destas revoluções, uma vez que o Irão está apoiando as manifestações de rua e grupos como a "Irmandade Islâmica" se movimentam para tomar o poder.
Netanyahu visitou várias vezes o Egipto e mantinha boas relações com o agora contestado presidente Mubarak. Com a possível saída de Mubarak, com quem é que Israel poderá contar?
Se o chefe dos serviços secretos egípcios Omar Suleiman substituir o actual presidente, isso não será mau para Israel. Ao mesmo tempo, tendo de "arrumar a casa", o processo de paz com Israel não será obviamente a primeira preocupação do novo governo e presidente do Egipto.
O rei Abdullah da Jordânia tem também vindo a acusar Israel do impasse nas negociações, recusando até a encontrar-se com Netanyahu.
Na fronteira Norte, por seu lado, depois da queda do governo libanês liderado por Saad Hariri e da tomada do poder por uma regime fantoche comandado pelo grupo terrorista Hezbollah, o quadro político e estratégico do Médio Oriente complicou-se acentuadamente para Israel.
Nos territórios palestinianos, o presidente Mahmoud Abbas está envolvido numa batalha contra a TV árabe Al-Jazeera (agora também proibida no Egipto), depois que esta expôs as concessões extensas que ele fez nas negociações com Israel, apresentando-o dessa forma como um "traidor" do seu povo. Os tumultos no Egipto levantam agora temores de que o povo palestiniano venha também a alimentar um apetite pela destruição e a manifestar-se nas ruas com o propósito de derrubar o decrépito e corrupto governo palestiniano.
E como se não bastasse, a América é governada por um homem cuja atitude para com Israel é a menos simpática dos últimos presidentes americanos.
Israel tem de contar cada vez mais consigo mesmo. E com Deus. Eu diria que talvez esta seja mesmo a forma permitida pelo Eterno para que o povo eleito se volte seriamente para o seu Deus, deixando de lado toda a confiança nas suas próprias capacidades (que são muitas), mas olhar para cima: "Levantarei os meus olhos para os montes: de onde vem o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra...Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel" (Salmo 121).
Shalom, Israel!

3 comentários:

Andrey disse...

Shalow amado, como o irmão sempre fala em Ezequiel 38 e 39, realmente estamos vendo neste últimos dias a operação de uma aliança que resultará no cumprimento literal destas profecias. Acredito que isso está bem próximo de acontecer.

Verdadeiramente, o mundo está diante do precipício do fim dos tempos.

Já faz mais de 6 meses que conheci este site e entro nele no mínimo umas três vezes por dia desde o primeiro dia que conheci. Além das escrituras sagradas, o site está sendo como uma bússula para mim, temos que ter uma fonte de informação que passe para nós os acontecimento do dia a dia em Israel, ao seu redor e no mundo, assim vamos vendo que a palavra de Deus vai se cumprindo til a til, virgula a virgula. Este site tem passado estas informações.

Sempre tive curiosidade de Saber quem é o irmão que escreve estas maravilhas de informações, se mora em Israel ou aqui no Brasil onde estou, se é judeu ou não. Onde eu congrego aqui em Santa Catarina na SEDE Assembléia de Deus, faz duas semanas que teve um servo de Deus que é judeu e que estava de passagem por aqui, então o Pastor deu a oportunidade para ele pregar a palavra de Deus, sendo que ele está pregando o evangelho de Cristo na argentina. Ele deu a árvore geneológica dele e disse que a cada 100 convertidos no mundo, 1 (um) é judeu. Fiquei triste por não ter ido na igreja neste dia, que foi na primeira quinta feira deste mês de janeiro de 2011, o meu irmão foi neste dia e me falou tudo isso aqui em casa, fora outras maravilhas que foram faladas pelo servo de Deus e tinha muitas pessoas aqui na SEDE. Não sou pastor e nem nada, sou apenas um humilde membro. Logo que estar ajudando na obra de Deus.

Fica na Paz do Senhor Jesus meu querido e Deus continue iluminando você com estas informações tão maravilhosas e preciosas.

Meu sonho um dia é conhecer Israel, não sei se conseguirei realizar este sonho e também tenho um medo danado de avião.

Deus abençoe a você e toda a sua família. Um enorme abraço ;)

gmail disse...

Amem queridos , Deus abencoe

Anónimo disse...

Israel não está, nunca esteve e nunca estará sozinho isto é um fato.
É bom que as nações se voltem contra o povo de D'us, pois Ele virá em seu socorro.

Salmo 121 um dos meus preferidos.Davi canta uma das grandes verdades para aqueles que tem o Todo-Poderoso como D'us.

Fabiana L.