sexta-feira, maio 20, 2011

O MUNDO CONTRA ISRAEL...E CONTRA OS PROPÓSITOS DE DEUS!



O mundo caminha rapidamente para o Juízo Divino!
Depois da traição de Hussein Obama no seu discurso de ontem, "convidando" Israel a entregar as terras bíblicas, regressando às fronteiras de 1967, e a "fúria" mais que justificada de Netanyahu, o primeiro-ministro israelita tem estado esta manhã reunido com Obama, não se sabendo ainda o que sairá desse braço de ferro.
Uma coisa é certa, e demasiado preocupante para passar despercebida: o chamado "quarteto para as negociações de paz no Médio Oriente" acaba de dar o seu "forte apoio" à visão de Obama para a paz israelo-palestiniana: "O Quarteto concorda que avançar na base de território e segurança provê um fundamento para que israelitas e palestinianos alcancem uma resolução final do conflito através de sérias e substanciadas negociações e mútuos acordos em todos os assuntos cruciais" - afirmou o Quarteto.
Isso significa que os "poderosos" Estados Unidos, União Européia, Rússia e Nações Unidas, representados neste "quarteto" (para a destruição de Israel) apoiam a visão suicida de Obama através da qual Israel terá de entregar terra aos palestinianos e regressar às fronteiras de 1967...!
Estas nações e poderes humanos desconhecem que ao forçarem Israel a dividir a Terra, não estão só provocar a destruição do estado judaico, como a provocar a ira de Deus sobre si próprios, e disso não escaparão concerteza, a menos que voltem atrás.
Através do profeta Joel, Deus declara o seguinte: "Porque eis que naqueles dias (os "últimos dias") e naquele tempo...congregarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Jeosafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do Meu povo, e da Minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as nações e repartiram a Minha terra." (3:1,2)
Este é um sério aviso de Deus nestes dias às Nações Unidas, aos EUA, à Rússia e à União Européia, que preferem arrogantemente decidir sobre aquilo que não lhes pertence, sucumbindo ao poder do Islão e aos interesses do petróleo.
Eu tremo só de pensar no que irá em breve acontecer ao mundo. Acredito literalmente na Palavra de Deus, por isso anuncio aqui aquilo que certamente irá em breve acontecer:
"Tocai a trombeta em Sião, e clamai em alta voz no meu santo monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do Senhor vem, já está perto; Dia de trevas e de escuridão; dia de nuvens e densas trevas, como a alva espalhada sobre os montes; povo grande e poderoso, qual nunca houve desde o tempo antigo, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração...Diante dele temerão os povos; todos os rostos se tornarão enegrecidos...Diante dele tremerá a terra, abalar-se-ão os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu esplendor. E o Senhor levantará a Sua voz diante do Seu exército; porque muitíssimo grande é o Seu arraial; porque poderoso é, executando a Sua palavra; porque o dia do Senhor é grande e mui terrível, e quem o poderá suportar?" - Joel 2:1,2, 6, 10, 11.
Peço a todos que oremos por Israel nesta fase crucial da sua existência, e para que, atendendo ao convite do Senhor através do profeta Joel, se voltem para Ele: "Ainda assim, agora mesmo diz o Senhor: Convertei-vos a Mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o vosso coração...e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque Ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-Se, e grande em benignidade." - Joel 2:12,13.
Assim seja!
Shalom, Israel!

ÚLTIMA HORA!
Na sua reunião de há pouco com Obama, Netanyahu disse estar preparado para fazer compromissos para a paz, mas rejeitou a proposta de Hussein Obama para que Israel voltasse às fronteiras de 1967.
Parabéns pela tua coragem, Bibi!

4 comentários:

Luciano de Paula Lourenço disse...

Queridos, Deus está no comando da nação de Israel. Ninguém, nem Satanás, mudará o plano de Deus para com essa nação. Todas as promessas se cumprirão à risca, dentre elas está o território prometido a Abraão, Isac e Jacó, que pela Bíblia(Antigo Testamento, incluirá a Judéia e Samaria, inclusive parte da Síria atual.
Um abraço!

Luiz disse...

Povinho terrorista estes Israelense.

Aprenderam com as SS nazista.

depois vendem ao mundo atraves de seu marketing que os palestinos que são terroristas.

Povo de doido de fanaticos de terroristas estes israelense.

Usam o nome de Deus para fazer estas Atrocidades.

Luiz disse...

Luciano em que mundo você vive.
Esta de usar o nome de Deus para fazer atrocidades não cola mais

giovani silva dos santos disse...

Se Israel cair acabou o ocidente, força Israel!