terça-feira, março 24, 2015

CUMPRINDO AS PROFECIAS MILENARES, TRIBO DE MANASSÉS ESTÁ REGRESSANDO A ISRAEL

Há cerca de 3,500 anos atrás, Moisés conduziu os israelitas para fora do Egipto com a ajuda dos tremendos milagres de Deus. Cerca de 3 milhões de escravos judeus, incluindo homens, mulheres e crianças, deixaram o Egipto e atravessaram o deserto até à terra dos seus ancestrais, Israel. Foi através deste processo que Deus criou uma nação, formando-a a partir de outra - Deuteronómio 4:34.


ÊXODO MODERNO
O milagre repete-se nestes últimos anos, ainda que em proporção menor. Por enquanto...
Nos dias de hoje, não há pragas nem grandes sinais, mas pouco a pouco mais uma tribo vai regressando à Terra de Israel, desta vez os "Bnei Manassés", ou seja: os descendentes da tribo de Manassés há séculos radicados na Índia.

QUEM SÃO OS BNEI MANASSÉS?
Os Bnei Manassés são uma tribo de judeus vivendo na Índia que traça a sua origem à época do primeiro exílio das 10 tribos de Israel (cerca de 722 a.C.) às mãos do rei assírio Senaqueribe.
Segundo a herança das tradições dos dos Bnei Manassés, há uns 2.700 anos atrás, a tribo saiu da Assíria e viajou pela Pérsia (actual Irão) até à China, acabando por se instalar nas regiões do Norte da Índia. Durante os muitos séculos de exílio, os Bnei Manassés mantiveram muitos dos seus costumes judaicos.
Estar longe do contacto com outros judeus durante 2.700 anos levou no entanto a que membros da tribo perdessem a noção da origem das suas tradições. Foi preciso que os missionários os ajudassem a descobrir as suas origens bíblicas.

AJUDA DOS MISSIONÁRIOS EVANGÉLICOS
Durante o século 19, chegaram àquela região missionários cristãos que tentaram converter os Bnei Manassés à fé cristã. Os missionários ofereceram Bíblias aos líderes da comunidade. Depois que começarem a lê-las, os líderes reconheceram que muitas das suas tradições eram semelhantes às dos hebreus, tal como relatadas na Bíblia.
Isso levou-os a uma jornada de busca da raízes judaicas do grupo. Quando o moderno estado de Israel foi estabelecido em 1948, e os judeus começaram a voltar para a sua terra ancestral, os Bnei Manassés interpretaram isso como um sinal de Deus para regressarem à sua terra também.

67 ANOS DEPOIS...
Volvidos 67 anos, mais de metade da tribo dos Bnei Manassés já reside em Israel, num regresso a casa. Ainda há no entanto muitos milhares a viver na Índia, ansiando pela sua vez de também fazerem a jornada para a Terra sonhada toda a sua vida. 
Muitas das famílias estão divididas, uma parte vivendo já em Israel e outra ainda na Índia, uma situação difícil para muitas delas, ansiando por isso reunir-se aos parentes já instalados em Israel.
Dentre as várias organizações trabalhando para o regresso dos judeus à Terra de Israel, destaca-se a "Shavei Israel", responsável pelo retorno - aliyah - de milhares de judeus da tribo de Manassés a Israel. Esta organização tem estado atenta ao clamor dos judeus espalhados pela Índia e acredita que, ao facilitar a vinda deles para Israel, está cumprindo as profecias bíblicas. 
Só no ano passado a "Shavei Israel" foi responsável pelo retorno de cerca de 1.000 judeus "Bnei Manassés" para Israel.
Muitos destes judeus são assimilados na sociedade israelita, ao ponto de a maior parte dos seus jovens servirem nas Forças de Defesa de Israel. Eles identificam-se com a necessidade de proteger a nação de Israel, arriscando as suas vidas tal como tantos guerreiros do passado fizeram.
Para Michael Freund, fundador da organização, estes imigrantes estão seguindo os passos de Abraão, o primeiro a imigrar para a Terra de Israel. E fazem-nos após 2.700 anos sonhando por este regresso!
Ao que parece, novas preparações estão em curso para o acolhimento de mais uma onda de imigração de judeus desta tribo "perdida", mas agora encontrada graças ao esforço daqueles que acreditam que estão cumprindo o mandato bíblico para estes "últimos dias."

Deus está cumprindo as Suas promessas!

Shalom, Israel!



7 comentários:

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Estar vivo e com visão pra ver os milagres ocorridos na saga sionista, como este, é grande oportunidade do Creador. Desde o século 19 até agora, os judeus sionistas deixaram bem claro ao mundo que existem e merecem a existência com dignidade.

Anónimo disse...

Da vontade de gritar : ACORDA OU SEFARAD
Ao mais profundo do Ocidente da Europa uma alma judia se esconde ... quando por seu falar uma grande multidao conduzir, os seus rumores no Oriente Medio mais se escutarao. O nome de Yahushua sera escutado por todas as gentes Halleluyah

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Estar vivo e com visão pra ver os milagres ocorridos na saga sionista, como este, é grande oportunidade do Creador. Desde o século 19 até agora, os judeus sionistas deixaram bem claro ao mundo que existem e merecem a existência com dignidade.

Amelia Santos disse...

farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.Jeremias 29:14”

tudo está se comprindo conforme as escrituras....as doze tribos de Israel estao de volta aos poucos:::GLORIFICADO SEJA O SEU AMO

GEDERSON ALEX disse...

ME EMOCIONA E MUITO VER OS DESCENDENTES DO POVO ESCOLHIDO POR DEUS FAZER O ALIYAH.
GOSTARIA DE SABER SOBRE MEUS ANTEPASSADOS, SE TENHO ASCENDÊNCIA JUDAICA OU NÃO, POIS AMO A ISRAEL DE TODO O MEU CORAÇÃO SINTO-ME COMO SE FOSSE MINHA TERRA, MINHA CASA, MEU POVO SOFRO QUANDO O POVO JUDEU SOFRE E ALEGRO-ME QUANDO ESTÃO ALEGRES.
COMO PROCEDER???

SE O NOSSO GRANDIOSO DEUS ASSIM PERMITIR UM DIA AINDA COLOCAREI MEUS PÉS NA CIDADE DO GRANDE REI!!!!!!!!!!

MESMO QUE NÃO O SEJA FISICAMENTE, O SOU ESPIRITUALMENTE...

SHALOM ISRAEL...

GEDERSON ALEX BASILIO ALVES

Daniel Miranda disse...

Acho este blog excelente pois narra os fatos de maneira independente e realista de acordo com a palavra de Deus. Gostaria então de acrescentar uma correção relacionada ao mencionado rei assírio Senaqueribe que teria dispersado o Reino de Israel da qual a tribo de Manassés fazia parte. Segundo a maioria dos historiadores e em alguns textos bíblicos três reis assírios foram os responsáveis pela destruição do Reino de Israel do Norte. O primeiro foi Pul ou Tiglate-Pileser que por volta do ano 738 a.C. venceu uma coalizão formada por Síria, Israel e Judá, o que enfraqueceu o reino de Menaém de Israel, apesar deste continuar no trono após pagar um pesado tributo ao rei assírio, até ser substituído por seu filho Pecaias que em seguida foi morto por Peca que teve de enfrentar o rei Salmaneser V após este vir em socorro de Judá que não quis se aliar novamente à coalizão Israel-Síria. Após isso Peca acabou morto por Oséias que tornou o Reino de Israel vassalo dos assírios até ser pego em conspiração com Sô, faraó do Egito. Assim Salmaneser V invadiu novamente o Reino de Israel e sitiou Samaria. Pouco antes de toma-la ele morreu de causas não mencionadas e seu irmão Sargão II concluiu a tarefa de destruir o que havia sobrado do antigo e glorioso reino formado pelas dez tribos rebeldes do norte. Seus habitantes foram deportados e espalhados pelo Império Assírio e desde então assim ficaram. Senaqueribe reinou após esse período já na época em que Ezequias estava no trono do remanescente Reino de Judá. Inclusive a Bíblia narra a história do livramento de Judá das mãos de Senaqueribe nos livros de II Reis, II Cronicas e Isaías. Paz para Israel.

Alcemar martins Peixoto disse...

Breve vamos para a nossa patria.