segunda-feira, março 23, 2015

NETANYAHU PEDE DESCULPA AOS ÁRABES

No dia das eleições em Israel, o primeiro-ministro veio a público alertar o seu eleitorado de direita que os árabes estavam a aparecer "aos montes" para votar, uma afirmação logo condenada por muitos que a classificaram de "racista e ofensiva" à comunidade árabe.
Num video publicado na página do Facebook de Netanyahu no dia das eleições, vinha a seguinte mensagem de alerta ao eleitorado judaico: "O governo da direita está em perigo. Os eleitores árabes estão a aparecer aos montes nas urnas de voto. As ONGs dos grupo de esquerda estão a trazê-los em autocarros."

PEDIDO DE DESCULPAS 
Hoje mesmo, Netanyahu teve a louvável atitude de pedir publicamente desculpa aos árabes, algo que jamais aconteceria do lado contrário.
"Sei que as coisas que disse há uns dias atrás ofenderam alguns dos cidadãos israelitas, magoando os cidadãos árabes" - declarou Netanyahu a representantes da comunidade árabe na residência oficial do primeiro-ministro em Jerusalém.  E acrescentou: "Nunca foi essa a minha intenção. Peço desculpas por isso."
O pedido de desculpas de Netanyahu recebeu um aplauso entusiástico dos representantes árabes, chegando alguns deles até a abraçá-lo após as declarações.

PARTIDO ÁRABE NÃO ACEITA O PEDIDO DE DESCULPAS
Por outro lado, a "Lista Unida Árabe", que conseguiu 13 lugares no parlamento, rejeitou esta abertura de Netanyahu, acrescentando que continuará a fazer campanha em nome da comunidade árabe.
E, sem quaisquer contemplações para com a atitude honrosa do primeiro-ministro israelita, a "Lista" declarou: "O racismo de Netanyahu e do seu governo não irá terminar com a declaração de incitamento que ele distribuiu durante as eleições. 

NOVO GOVERNO PARA BREVE
Entretanto, 67 deputados deram o seu apoio a Netanyahu para a formação de um novo governo, aguardando-se ainda para esta semana a "luz verde" do presidente Rivlin para a sua efectivação.

Shalom, Israel!

2 comentários:

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Que a direita israelense aproveite bem essa chance.

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Que a direita israelense aproveite bem essa chance.