quinta-feira, março 12, 2015

ISRAEL DEMOLIU CASA ILEGAL CONSTRUÍDA PELA UNIÃO EUROPEIA

A União Europeia tem demonstrado um apoio quase incondicional à causa palestiniana, contrariando os acordos, e violando o próprio direito à terra usufruído pelo povo de Israel.
A poucas centenas de metros da Universidade Hebraica, no coração da capital israelita Jerusalém, uma das casas erigidas com o apoio da UE e ostentando o próprio símbolo europeu foi desmantelada pelas autoridades de Israel por ser considerada uma construção ilegal.
A estrutura tinha sido erigida em terrenos pertencentes ao estado, especificados como "parque nacional." A construção não tinha sido sequer feita em coordenação com as autoridades israelitas. 
"Após vários anos de investigação sobre o fenómeno das construções europeias ilegais em e à volta de Jerusalém, damos os parabéns às autoridades locais por finalmente darem cumprimento à lei" - afirmou Ari Briggs, director da "Regavim", uma ONG que investiga as construções ilegais no lado palestiniano.
Briggs informou que existem quase 500 construções dessas em toda a região.
A cumplicidade da União Europeia nessas realizações palestinianas não é surpresa, embora a audácia desta interferência europeia em particular se situe a um nível diferente das campanhas anteriores.

Shalom, Israel!

2 comentários:

Marion Vaz Brazil disse...

Eu não entendo como a UE consegue invadir o território israelense e construir moradias em função de legitimar a ideologia de um estado palestino? Israel tem mais é que se impor pondo fim a tal estratégia. Parabéns ao governo.

edison benedetto capitani quati disse...

Israel nao pode,de maneira alguma sequer,aceitar,permitir ou tolerar que potencia extrangeira ou uniao de potencias extrangeiras interfiram fisicamente em territorio israelense.