terça-feira, novembro 03, 2015

GRANDE DESCOBERTA ARQUEOLÓGICA EM JERUSALÉM



Aquela que já é apelidada de "descoberta monumental" acaba de ser trazida à luz do dia em plenas escavações na antiga "cidadela de David", na capital Jerusalém: mais precisamente, trata-se da descoberta da fortaleza imperial dos gregos selêucidas que se sabia pelos relatos históricos que Antíoco Epifâneo (215 - 164 a.C.) havia construído durante a ocupação helenística da Judeia e de Jerusalém. Sabe-se que esta fortaleza tinha sido construída pelo protótipo do Anticristo, Antíoco Epifâneo, com o objectivo de administrar a cidade e supervisionar as actividades judaicas no Monte do Templo.

A fortaleza foi eventualmente destruída pelos macabeus hasmoneus quando derrotaram os ocupantes gregos e os expulsaram de Jerusalém.



Estas escavações já duravam há cerca de uma década, e esta fantástica descoberta põe termo a 100 anos de pesquisas e controvérsias arqueológicas, uma vez que nunca tinham até agora sido encontradas evidências claras da existência e localização desta fortaleza mencionada nas antigas obras do historiador Flávio Josefo e no próprio livro apócrifo de Macabeus.


Segundo os pesquisadores, têm sido encontradas nestes últimos meses suficientes evidências localizando a fortaleza, especialmente com a descoberta de parte de um muro antigo que se crê tenha sido a base de uma torre com 4 metros de largura e 20 metros de comprimento, preenchida com um talude no seu declive artificial.

O talude, construído adjacente ao muro, era um elemento defensivo construído com camadas de lixo, pedras e piche, com o objectivo de afastar os atacantes. Este declive chegava até ao vale Tyropoeon, e atravessava a antiga cidade de Jerusalém, servindo como defesa adicional.

Pedras usadas para arremesso de catapultas, pontas de setas em bronze e pedras de arremesso foram encontradas no local com o sinal do tridente embutido, o símbolo do governo de Antíoco Epifâneo, dando testemunho das batalhas em que os hasmoneus triunfaram e expulsaram os gregos.

Registos históricos indicam que a fortaleza era mantida por soldados gregos assalariados bem como por judeus helenistas que haviam traído o seu povo, o que revela maiores detalhes sobre como as forças militares na fortaleza grega causavam grande sofrimento aos habitantes de Jerusalém.

Contudo, no ano 141 a.C., e após um prolongado cerco com a intenção de deixar os gregos morrerem à fome, Simão, o Hasmoneu, conseguiu conquistar a fortaleza e obrigar os gregos a se renderem.

Segundo os arqueólogos responsáveis pela escavação, esta descoberta traz uma nova luz à História: "Esta descoberta sensacional permite que pela primeira vez possamos reconstruir a disposição dos assentamentos na cidade, tal como eram no despertar da revolta dos macabeus no ano 167 a.C." - informaram os pesquisadores, acrescentando: "Os novos achados arqueológicos apontam para o estabelecimento de uma fortaleza que foi construída sobre um leito de rocha na ribanceira que se sobrepunha às ladeiras acentuadas do monte da Cidade de David."

"Esta fortaleza controlava todos os meios de acesso ao Templo por cima do Monte do Templo, cortando os acessos do mesmo às partes do sul da Cidade. As numerosas moedas datando desde o período de Antíoco IV (Antíoco Epifâneo) até Antíoco VII, e a elevada quantidade de jarras de vinho (ânforas) importadas da região do Mar Egeu para Jerusalém, e que foram descobertas no local, fornecem evidências da cronologia da cidadela, bem como da identidade não judaica dos seus habitantes."

Shalom, Israel!


1 comentário:

Antonio Aquino. Official disse...

EU ABENÇÔO A NAÇÃO DE ISRAEL NO NOME DO SENHOR JESUS CRISTO

GLÓRIA A DEUS PELA NAÇÃO DE ISRAEL EXISTIR

QUE A NAÇÃO DE ISRAEL VENÇA TODAS AS NAÇÕES DO PLANETA TERRA QUE SE LEVANTAR CONTRA ELA NO NOME DO SENHOR JESUS CRISTO

QUE A NAÇÃO DE ISRAEL SEJA PRÓSPERA E VITORIOSA MAIS DO QUE TODAS AS NAÇÕES DO PLANETA TERRA NO NOME DO SENHOR JESUS CRISTO

QUE A NAÇÃO DE ISRAEL TENHA A PROTEÇÃO DE DEUS MAIS DO QUE TODAS AS NAÇÕES DO PLANETA TERRA EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO