quarta-feira, novembro 25, 2015

SERVIÇOS SECRETOS ISRAELITAS SALVARAM A ALEMANHA DE UM MEGA ATAQUE TERRORISTA

Os serviços secretos israelitas forneceram à polícia alemã informações específicas sobre uma iminente ameaça de explosões terroristas durante o jogo amigável entre a Alemanha e a Holanda na cidade alemã de Hânover, poucos dias depois dos atentados islâmicos em Paris.
Segundo a revista alemã "Stern", fontes governamentais alemãs informaram que Israel tinha fornecido "informações cruciais" acerca de um ataque com bombas no estádio onde se iria desenrolar jogo de futebol amigável entre as selecções nacionais alemã e holandesa. Essa informações levaram ao cancelamento do jogo e à evacuação do estádio 90 minutos antes do início da partida.
Segundo as fontes alemãs, a informação fornecida por Israel foi recebida na Segunda-Feira dia 16, sendo que no dia seguinte foi providenciada mais detalhada informação sobre os ataques em si, apontando para uma ameaça imediata.

O ataque seguiria o modelo do ataque islâmico realizado durante o jogo amigável entre a França e a Alemanha na fatídica noite de 13 de Novembro, em Paris, quando 3 terroristas suicidas tentaram sem sucesso entrar no estádio carregados de bombas, fazendo-se explodir às portas do estádio, causando a morte a um motorista português que se encontrava no local.
Segundo as informações prestadas pela polícia de Hânover, foi encontrado também junto ao estádio um carro bomba disfarçado de ambulância e um indivíduo suspeito conhecido pela polícia alemã acabou por ser detido na zona.
Após a evacuação ordeira do estádio, foi emitido um sinal de alerta para toda a cidade e os habitantes aconselhados a ficarem nas suas casas. Pouco tempo depois foi encontrada uma bomba numa mala suspeita dentro da estação de comboios de Hânover, que acabou também por ser evacuada.

Shalom, Israel!

2 comentários:

Paolo Hemmerich disse...

E agora, Europa? Vão continuar a perseguir Israel? Ingratos!!!

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

A Alemanha se destaca como exemplo positivo. Ou parte dela. Mas também ainda precisa evoluir muito em perceber a importância de um Israel independente das propostas terroristas oficializadas como a criação do estado palestiniano fundamentalista dentro do mesmo.