terça-feira, dezembro 19, 2017

A PACIÊNCIA TEM LIMITES - "HEROÍNA" PALESTINIANA DETIDA EM ISRAEL

A adolescente de 17 anos que atacou soldados israelitas, insistindo nas provocações e agressões, na tentativa de conseguir uma reacção "brutal" por parte das forças israelitas, acabou sendo detida esta madrugada com a sua mãe na aldeia árabe de Nabi Saleh. prevendo-se que fique detida pelo menos mais dois dias.
As provocações, que incluíram bofetadas e pontapés aos dois soldados, estavam a ser filmadas em directo por uma amiga delas, na expectativa de ver a "brutal agressão" dos israelitas, para mais uma vez envenenar as redes sociais e a estupidificada classe jornalística mundial com as habituais manipulações e distorções da realidade quando se trata de Israel.
Só que, como se diz no bom português, "o tiro saiu-lhes pela culatra", e as "heroínas" provocadoras vão passar alguns dias de descanso nas instalações da polícia israelita.
Contrariamente ao que esperavam, a reacção dos soldados israelitas foi extremamente branda e pacífica, ainda que estivessem no seu pleno direito de se defenderem daqueles ataques verbais e físicos.
O video abaixo mostra bem a realidade dos factos, para que conste nos arquivos daqueles que sabem ainda diferenciar entre a realidade e a manipulação dos factos.
Mas a paciência também tem limites...

Shalom, Israel!



5 comentários:

Olga disse...

Sabe o que eu estava pensando estes dias? As vezes, a opinião pública internacional, a imprensa ficam contra Israel porque o que aparece na midia, na tv é isto... "jovens indefesos" lutando contra o "exército invasor"... esta é a mensagem...
Quais são as armas destes "jovens revolucionários"? Pedras, facas...
Mas, os verdadeiros terroristas, aqueles que usam este povo como escudo e moeda de troca, não aparecem!
Eu tenho pena deste povo, assim como daqueles que se acham tão inteligentes e se deixam manipular...ou, talvez, a intenção de determinados governos e impresa seja realmente esta: manipular... mascarar a realidade dos fatos para comover a população internacional em prol a Palestina!
Shalom Israel!
Olga

Victor Nunes disse...

Dá uma coronhada que resolve

Severino Ricardo da Silva disse...

Haja paciência! Estes soldados tem todo meu respeito e admiração! Se fosse aqui no Brasil essas garotas estavam mortas! Na verdade elas são vítimas desse sistema diabólico, como todo o resto da população palestina!

Wemerson Carlos disse...

Não teria toda essa paciência. Teria virado elas do aveso, imobilizado algemando todas, detido e finalizado esse teatro hipócrita!

Jairo Vasconcellos disse...

No mínimo receberam algum dinheiro ou foram obrigadas para este teatro, graças a DEUS, a mídia inimiga de Israel ficou triste por não anunciarem: "soldados israelenses rebatem agressão a mulheres", rotulando-os de covardes,
exatamente isto é que queriam, mas ficaram frustrados.