sexta-feira, dezembro 08, 2017

CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU REÚNE-SE PARA - MAIS UMA VEZ - CONDENAR ISRAEL, MAS NÃO A VIOLÊNCIA PROVOCADA PELOS PALESTINIANOS EM GAZA, JUDEIA E SAMARIA...

Os 8 países membros do Conselho de Segurança da ONU estão neste momento reunidos em Nova Iorque para nada mais fazer do que condenar Israel e a decisão histórica do presidente norte-americano de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e deslocar a respectiva embaixada para capital.

Enquanto a Conselho de Segurança discute mais do mesmo, cerca de 3.000 palestinianos da Faixa de Gaza e nas regiões da Judeia e Samaria manifestam-se de forma violenta, como já era esperado e conforme lhes é habitual. Tal como falou a embaixadora dos EUA nesta reunião, "aqueles que retornam à violência mostram que não querem a paz."
Até ao momento os confrontos palestinianos contra a polícia israelita já provocou 1 morto e cerca de 250 feridos entre os provocadores. Até agora, 2 rockets disparados de Gaza já foram interceptados pelo sistema de defesa israelita "Cúpula de Ferro."
Um pouco por todo o Médio Oriente tem-se assistido a protestos e manifestações contra a decisão do presidente norte-americano. 
O líder do Hamas convocou todos palestinianos para uma "nova Intifada." O líder da Autoridade Palestiniana afirma que a "raiva palestiniana" não vai decrescer: "Nunca voltaremos atrás." Um dos principais clérigos iranianos apelou também à violência palestiniana, jurando inclusivamente "arrasar Tel Aviv."

O que se pode esperar do Conselho de Segurança da ONU? A condenação de Israel e dos EUA. Silêncio em relação à violência já latente em Israel e incitada pelos líderes dos movimentos terroristas e de nações islâmicas um pouco por todo o lado. Felizmente os EUA estão representados neste CS, fazendo segundo se espera o seu direito de veto a toda e qualquer resolução deste desequilibrada e pérfida organização anti-semita...

Shalom, Israel!

8 comentários:

Olga disse...

Ha muitos cristãos contra esta decisão também. Foram contaminados pela propaganda enganosa. Esta propaganda enganosa diz que Jerusalém é o berço das tres religiões monoteístas, mas, não diz que se fosse administrada pelos arabes e muçulmanos seria mais uma Meca e nem diz quem realmente quer varrer Israel do mapa!
As naçoes não suportam a existencia de Israel porque ela diz muito sobre a existencia do próprio Deus.
Parabens ao primeiro ministro Benjamin Netanyahu que declarou que a tres mil anos Jerusalém é capital de Israel...
Caso o mundo não saiba Israel é anterior aos Estados Unidos e os Estados Unidos é o que é em muito graças a Israel!
A imprensa diz que Trump foi influenciado por sua crença no fim do mundo. Fim do mundo? Deveria ler Jeremias 33:24;26
Shalom Israel!
Olga

Olga disse...

Ha uma frase que diz que a unanimidade é burra!
Será que as pessoas não estranham o fato que num mundo tão violento e injusto onde lideres mundiais vivem se digladiando; ameaçam e matam seu próprio povo, de repente são tão prontos em unir-se contra Israel...
A ONU mais uma vez provou que a frase citada acima é verdadeira!
Na verdade a unanimidade alem de burra é perigosa!
Shalom Israel!
Olga

De Sousa disse...

Obrigado presidente Trump ...Halleluyah, viva a capital de Israel

Socrates Rodrigues disse...

A historia de israel é legítima e verdadeira não tem como tirar isso. Palestina nunca existiu. Palestina quem criou foi imperio romano

leandro coradini disse...

Parabéns Trump,,,,,devolva aos Judeus (Hebreus) o que lhe foram roubados,,,, Jerusalém pertence aos Judeus,,,,,
Vida longa a Israel,,,,,,

leandro coradini disse...

Com toda razão,,,,✌✌✌✌✌

Victor Nunes disse...

Chora mais árabes Jerusalém e de Israel

Felipe de Souza Xavier disse...

Irmãos não se alegrem com os acordos feito por homens. Mesmo que tais acontecimentos é precedente da vinda Jesus.
A bíblia diz que Israel fará alianças de morte nós finais dos tempos.
A cúpula que administra Israel é homens que dizem ser judeus mas na verdade são da sinagogas de satanás.
Por que os mesmo que lutam pela soberania do estado judeu. Também aprova a União de homossexuais. Os mesmo homens que fazem acordo para Jerusalém ser capital de israel estão sendo acusados de receber propinas em acordos com empresários. Le.bre se irmãos Israel negou Jesus e por isso estão passando por tais perseguições. Por que eles disseram não queremos esse homem como nosso rei só queremos que César governa sobre nós. E disseram que o sangue deste caia sobre nossos filhos.
Esse estado judeu não é o plano do Eterno para Jacó. O plano do Eterno é que Israel se arrependa dos seus maus caminhos e confesse que Jesus Cristo é o Filho do Eterno o Salvador que lhes foi prometido.
Os árabes os palestinos também tem o direito de salvação em Jesus.
Por que não á grego não a judeu não a romano não a palestino não a americano não a brasileiro. Todos somos salvos em Cristo Jesus. Por que todo aquele que crer e confessar que Jesus é o Filho de Deus é guarda os seus mandamentos esse será salvo.
E lembre se mais os árabes são filhos de Abraão. Descendentes de ismael.
A promessa da terra é para os filhos de Isaque. Mas Deus também se compadeceu de Hagar e vendo o seu filho Deus deu vida a ele. E prometeu a Hagar que ele seria numeroso em volta de israel.
Em Cristo somos todos iguais somente Israel é a nação eleita. Mesmo sendo eleitos somente os remanescentes serão salvos.