terça-feira, junho 09, 2015

MAIS DE 230 MIL MORTOS NA SÍRIA, INCLUINDO 11.500 CRIANÇAS...

A member of the civil defense sleeps on the street in the rebel-held side of Syria's northern city of Aleppo on June 8, 2015. Arabic graffiti in blue reads: "Those looking for life under the rubble of death". (Karam al-Masri/AFP)
Graffiti em árabe: "Procurando vida sob os escombros da morte"

Enquanto o mundo se vai entretendo a condenar Israel até pelos produtos que produz na sua própria Terra, a matança de vidas humanas na vizinha Síria prossegue a um ritmo intenso, sem fim à vista, e ignorado pela maior parte dos media esquerdistas internacionais que, de tão manipulados intencional e malevolamente, só conseguem olhar para um lado, não dando importância, muito menos se manifestando contra a verdadeira e inaceitável hetacombe vivida diariamente na Síria...

Desde que o conflito eclodiu em 2011, calcula-se que tenham havido até ao momento 230.000 mortos neste conflito, incluindo 11.500 crianças. 

O "Observatório para os Direitos Humanos" sediado em Londres informa ter documentado a morte de 230.618 pessoas.
Esta lista negra inclui 69.494 civis, entre os quais 11.493 crianças e 7.371 mulheres.
A maioria dos mortos são combatentes nesta guerra civil que visa a destituição do actual ainda presidente Bashar al-Assad, com 49.106 elementos rebeldes e 36.464 leais ao governo vítimas mortais desta guerra.
Entre estas vítimas, há também 838 terroristas do Hezbollah e 3.093 guerrilheiros xiitas de outros países.
O Observatório documentou a morte de 41.116 rebeldes, jihadistas sírios e guerrilheiros curdos.

Segundo a profecia de Isaías 17, Damasco, a capital da Síria, "deixará de ser cidade, mas será um montão de ruínas." Damasco é a única cidade antiga do Médio Oriente que nunca foi até agora destruída. Cumprir-se-à agora esta terrível profecia?

Shalom, Israel!

2 comentários:

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

A expectativa da sociedade mundial pró palestiniana terrorista é que Israel fique igual ou pior. Não conseguirão

Anónimo disse...

Ai Benaiah beniah... você faz rir, acaso tá zombando co a gente?