segunda-feira, junho 08, 2015

SUPREMA CORTE NORTE-AMERICANA PROÍBE PASSAPORTES COM A INCLUSÃO DE "JERUSALÉM, ISRAEL"

US passport

Numa medida de claro carácter anti-semita, o Supremo Tribunal dos EUA vetou uma proposta para inscrever "Jerusalém, Israel" na referência ao lugar de nascimento dos norte-americanos nascidos em Jerusalém, a capital do estado de Israel.
Os passaportes para cidadãos norte-americanos nascidos em Jerusalém só podem conter a referência a "Jerusalém" como local de nascimento, mas não "Jerusalém, Israel".
Esta medida vai em linha com o não reconhecimento pela administração norte-americana de Jerusalém como capital de Israel.
É mais que evidente a preocupação dos juízes norte-americanos em manter a dualidade de critérios quando se trata de Israel. Ou não fossem os amigos sauditas e outros ficar chateados...

Shalom, Israel!


3 comentários:

Anónimo disse...

Meus caros amigos, isto não tem nada que ver com anti-semitismo. Pura e simplesmente sucede que nenhum país do mundo (e não somente os EUA) reconhece Jerusalém como a capital de Israel pela sintética razão de que nenhum país do mundo reconhece Jerusalém Oriental como pertencendo a Israel; é, sim, um território ilegítima e ilegalmente ocupado.

Isto, claro, já para não relembrar que os planos da ONU para a criação dos estados de Israel e da Palestina sempre previram (e prevêem) que a cidade de Jerusalém permaneceria um corpus separatum sob administração internacional, dado o significado singular que representa para a maioria da população mundial.

Olga disse...

Eta cálice de tontear...Meu Deus quase que a gente confunde esta notícia com a outra sobre Erdogan... Quem diria, hein, Estados Unidos? Eu garanto que Jerusalém não é capital do Brasil...Bem, como tudo é relativo pra esta gente daqui a pouco irão declarar que a terra é quadrada... Desculpem, acho que isto não é mais novidade. Ela é "quadrada"! E, mesmo assim Jerusalém está no centro!
Shalom israel
Olga

Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah יהוה The Liger disse...

Claro que é antissemitismo e a retórica de antissemitas é repetir mentiras e endossa-las como versades. Repitam o que quiser, frcassarao como tem sido em muitas outras ocasiões.