sábado, abril 07, 2018

EUROPA QUESTIONA ISRAEL SOBRE MORTES EM GAZA

Mais uma vez a Europa joga a favor do terrorismo, questionando agora Israel por causa das 9 mortes ontem ocorridas em mais um dia de provocações palestinianas em Gaza.
A Europa decidiu agora questionar "o uso da força" por parte de Israel.
Segundo o comunicado hoje emitido pela União Europeia, a morte de 9 palestinianos na fronteira com Gaza "levanta sérias questões acerca do uso proporcional da força" por Israel.
E, como se não bastasse tanta hipocrisia, a Europa acrescentou: "Relatos das Forças de Defesa de Israel sobre atirarem pedras e bombas contra as suas posições e tentativas para atravessar a vedação para Israel terão de ser clarificados."
A declaração apela a ambas as partes que exercitem "máxima contenção", sublinhando que "a prioridade deve agora ser evitar o escalar do conflito e a perda de vidas."
A hipócrita política europeia vira-se sempre contra o país que é vítima destas provocações: Israel.
 
Quando Israel se vê ameaçado com 30 mil terroristas armados de paus, pedras, bombas e, no caso de ontem, inúmeros pneus incinerados visando "cegar" as forças israelitas, não pode ficar indiferente, uma vez que, ao não fazer nada, aquela turbe terrorista invadiria o território de Israel, assassinando as suas pacíficas populações e aterrorizando a nação.
Israel teve mais uma vez de responder com força, usando mesmo assim da máxima contenção, ao contrário de países como a Rússia, a Turquia e outros que, quando atacam populações que não as ameaçam directamente, despejam bombas a torto e a direito, matando de uma assentada e sem qualquer pejo populações civis, incluindo crianças e velhos.
Em vez de condenar as provocações terroristas do Hamas, que convoca os seus jovens para enfrentarem Israel com todas as armas disponíveis, a hipócrita Europa volta-se contra Israel, a única nação democrática em todo o Médio Oriente.
 
EUA AO LADO DE ISRAEL
Ontem mesmo à noite, em mais uma reunião do Conselho de Segurança da ONU, os EUA vetaram a proposta do CS apoiando o direito dos palestinianos a se "manifestarem pacificamente." Essa inconcebível proposta olvida por decerto o tipo de manifestações "pacíficas" que os palestinianos têm estado a organizar desde a sexta-feira de Páscoa...
"O Conselho deveria condenar o Hamas, que faz uso de crianças como escudos humanos, pondo as suas vidas em risco, devendo apelar ao fim destas provocações que só aumentam a violência e as tensões" - afirmou ontem Nikki Haley, a embaixadora dos EUA na ONU.
 
CRIANÇAS USADAS PELOS PALESTINIANOS COMO ESCUDOS
Segundo fontes das Forças de Defesa de Israel, "o Hamas enviou crianças para a linha da frente (junto da vedação), usando-as cinicamente."
Oito engenhos explosivos e numerosas bombas de gasolina foram atirados, tendo as FDI enfrentado várias tentativas para perfurar a vedação.
 
Enfim, mais do mesmo...
 
Shalom, Israel!
 
 
 
 

3 comentários:

Olga disse...

A Europa hoje é o espelho de tudo de ruim que acontece no mundo: apostasia; apologia ao homossexualismo, antissemitismo, etc.
Qual país vai permitir invasão nas suas fronteiras por parte de individuos que declaram claramente que querem causar morte e destruicão?
Há várias maneiras de luta, mas, há grupos que por não conseguirem construir nada, só existe para espalhar o terror... se Israel não fosse o inimigo, elegeriam outro... o próprio hamas e fatah não se entendem!
Que a Europa vigie pra não se transformar numa Alemanha Nazista...
Eu sempre me lembro do filme "A Onda" que assisti na minha adolescêcia...
O mundo nunca foi um lugar seguro, nem o homem confiável... e, Deus nos conhece muito bem!
Quem não conhece o presente corre o risco de repetir o passado... perseguição a cristãos e judeus, por exemplo, estão muito presentes em solo europeu, mas, até a notícia de tais fatos já começam a sofrer uma certa censura (hoje com outro nome, é claro)... os canalhas a exemplo do livro 1984, mudam até a língua e o significado das palavras, tirando ou acrescentando artigos, para enquadrar tudo a suas formas... Que Israel possa mostrar ao mundo como se faz um deserto florescer! Parabéns, Israel! País livre e soberano!
Shalom Israel!
Olga

acristinags10 disse...

E uma situação que causa ate revolta naqueles que conhece a verdadeira historia de israel. Fico pensando sera9 que os palestinos são burro ou idiota. E a onu o que é esses paises que esta contra israel. Que DEUS tenha misericórdia e tirs a seguera dese povo .

Olga disse...

Vivemos um momento terrível na história da humanidade... é absurdamente insano que homens para manter seu poder sacrifique milhares de pessoas como está ocorrendo na Síria... na minha opinião estamos às portas da terceira guerra mundial, pois potências como Russia, China, Irā, Turquia já estão se unindo contra os Estados Unidos e Israel! Como, no meu entendimento, esta guerra é profética e Israel no fim só poderá depender de Deus, os Estados Unidos ou o presidente Trump precisam vigiar, pois as feras estão se unindo... aliás, tem muita coisa que nós meros cidadãos comuns nem ficamos sabendo... mas, "tudo agora mesmo pode estar por um segundo"... Que Deus nos livre do Mal!
Shalom Israel!
Olga