quarta-feira, junho 01, 2016

AUDITÓRIO DA ONU REPLETO COM APOIANTES DO ANTI-BOICOTE A ISRAEL

Mais de 2.000 estudantes, activistas pró-Israel, diplomatas e líderes judeus participaram ontem na maior conferência anti-boicote aos produtos israelitas (BDS) até hoje realizada. O impacto é ainda maior quando se percebe que o evento ocorreu na principal sala da ONU, a mesma onde tantas vezes Israel tem sido condenado...!
A conferência surgiu como iniciativa do embaixador israelita para a ONU, Danny Dannn, e foi denominada "Embaixadores contra o BDS". A preparação coube à delegação israelita na ONU e a organizações pró-Israel espalhadas pelo mundo.
A abertura foi feita com o entoar do hino nacional de Israel, o "Hatikvah", seguido de discursos por altas individualidades e até de uma actuação reggae pelo artista Matisyahu.
O embaixador Danny convocou à unidade de todos os presentes na luta contra o movimento BDS: "A verdade é que esta (unidade) é a arma mais eficaz contra o BDS. O BDS é anti-semitismo moderno, e devemos unir-nos como um todo para denunciarmos a sua verdadeira face e acabar com isso de uma vez por todas."

Shalom, Israel!

4 comentários:

olga disse...

Uma boa notícia para a democracia mundial... As pessoas favoráveis a Israel precisam se manifestar sim... É uma falácia da midia esta ideia que vivemos numa sociedade homogenea... Costumam sempre usar de propaganda enganosa usando termos como "todo mundo"...
Enfim, todo mundo é muita gente e, felizmente, as pessoas não são iguais!
Shalom Israel!
Olga

De Sousa disse...

O povo escolhido do eterno Yahuah tem que entender que a diplomacia mundial centralizada na ONU não é a solução para Israel... pessoalmente eu diria que essa organização mundial é a imagem da besta. [ Império Romano a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. ONU da qual Israel é membro a outra besta que sobe da terra, que tem dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e fala como o dragão. ] Apocalipse capítulo 13

Unknown disse...

De Sousa, entendo que a besta a que você se refere e o Império Turco otomano que está prestes a ressurgir.

Elis disse...

Se estibver uma no USA eu irei sem duvidas