quinta-feira, junho 09, 2016

CENTENAS DE SOLDADOS ENVIADOS PARA A JUDEIA E SAMARIA

Em resposta ao hediondo ataque terrorista palestiniano de ontem à noite contra civis israelitas num dos locais mais frequentados de Tel Aviv - o mercado Sarona - causando a morte de 4 israelitas e ferimentos graves em outros 12, as Forças de Defesa de Israel vão colocar centenas de militares nas zonas da Judeia e Samaria, erradamente denominados como "territórios ocupados", uma vez que os 2 terroristas palestinianos responsáveis pelo massacre eram oriundos da cidade bíblica de Hebron.
Em resposta ao atentado, o novo ministro para a Defesa Avigdor Liberman já comentou que "não tenciona ficar-se pelas palavras."
Não se sabe ao certo quantos soldados serão alocados para as 2 regiões, mas tratando-se de 2 batalhões, prevê-se que se trate de várias centenas de militares.
Após a reunião de emergência realizada esta manhã com o primeiro-ministro Netanyahu, o ministro Liberman e o chefe das Forças de Defesa de Israel, foi também decidido cancelar as permissões de entrada em território israelita a 83 mil palestinianos que pretendam entrar em Israel.
A aldeia de Yatta, onde viviam os atacantes, foi também selada pelas Forças de Defesa.
Durante a sua visita ao local do massacre, o ministro Liberman comentou: "Vim aqui para saudar o povo de Tel Aviv que aguentou mais um ataque e que apesar disso sabe como voltar à vida normal." E o novo promissor ministro da Defesa acrescentou um aviso sério aos terroristas palestinianos: "Não quero aqui elaborar os passos que tencionamos dar, mas...não tenciono ficar-me pelas palavras..."

CONDENAÇÃO SAUDITA, JÚBILO PALESTINIANO
E, para não fugir à regra, os palestinianos residentes em Gaza e não só celebraram efusivamente o atentado que vitimou 4 civis inocentes judeus. Enquanto isso, a Arábia Saudita apressou-se a juntar-se à comunidade internacional, na condenação do mesmo. 

Shalom, Israel!


3 comentários:

Paolo Hemmerich disse...

Todo terrorista é, antes de mais nada, um COVARDE!!! Não tem coragem para enfrentar alguém armado e pronto para se defender, por isso ataca SORRATEIRA, COVARDE e TRAIÇOEIRAMENTE civis desarmados!! A família de um ser covarde e demoníaco desses deveria se envergonhar até à morte!!!

Shalom Israel!!!

Amelia Santos disse...

Obadias 15-18 prediz a aniquilação pelo fogo de toda uma nação, a Casa de Esaú, que são os palestinos atuais........"Porque o dia do SENHOR está prestes a vir sobre todas as nações; como tu fizeste, assim se fará contigo; o teu malfeito tornará sobre a tua cabeça. Porque, como bebeste no meu santo monte, assim beberão de contínuo todas as nações; beberão, sorverão, e serão como se nunca tivessem sido."

"Mas no monte de Sião haverá livramento; o monte será santo; e os da casa de Jacó possuirão as suas herdades. A casa de Jacó será fogo, e a casa de José chama, e a casa de Esaú restolho; aqueles incendiarão a estes e os consumirão; e ninguém mais restará da casa de Esaú, porque o SENHOR o falou."...

olga disse...

Um grupo que usa um feriado religioso (Ramadã) para celebrar a morte diz muito do seu deus! Penso que não é só Israel que deve temer! Se as nações fingem-se de cegas e o próprio Secretário da ONU Ban ki-moon parece surpreso com a violência celebrada do Hamas, Israel faz o que deve ser feito! Que Deus os abençoe!
Shalom Israel
Olga