sábado, novembro 19, 2022

NÚMERO RECORDE DE JUDEUS EMIGRANDO PARA ISRAEL EM 2022


Contam-se já em 60.000 os judeus que desde o início deste ano fizeram "aliyah" (retorno) a Israel, batendo o recorde destes últimos 20 anos. Estes são números oficiais revelados pelo ministério israelita responsável pela imigração. Até ao fim do ano esperam-se ainda mais 4 mil. 

Muitos destes judeus são oriundos da Etiópia, da Ucrânia e de outras repúblicas ex-soviéticas. 

Consta-se que o recente conflito entre a Rússia e a Ucrânia fez aumentar substancialmente o número de judeus desses dois países que emigram para Israel, cerca de 40 mil (47% da Rússia e 25% da Ucrânia). 

Os judeus vindos da Rússia vêm normalmente em famílias inteiras, ao passo que os que chegam da Ucrânia são maioritariamente mães, filhos e idosos que fugiram da guerra. 

Este é certamente parte do cumprimento da profecia exarada há muitos séculos pelo profeta Jeremias para estes últimos dias: "E há esperanças, no derradeiro fim, para os teus descendentes, diz o SENHOR, porque teus filhos voltarão para o seu país." (Livro do profeta Jeremias 31.17, Bíblia ARC).

Shalom, Israel!


Sem comentários: