quinta-feira, junho 23, 2022

CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS ELEGE LÍDER ANTISSEMITA

Conhecido pela sua hostilidade para com Israel e os judeus, o sul africano Dr. Jerry Pillay (tratado por alguns como reverendo) foi eleito para novo secretário geral com Conselho Mundial de Igrejas (CMI), com início de mandato em Janeiro de 2023.

Na opinião de líderes judeus, esta escolha é "espantosa e alarmante."

Pillay será o 9º secretário geral desta associação de igrejas protestantes e ecuménicas fundada em 1948. O novo secretário geral é actualmente o reitor da Faculdade de Teologia e de Religião na Universidade de Pretória, e é membro da Igreja Presbiteriana Unida na África do Sul. É natural da África do Sul.

O CMI é desde há muito conotado com posições antissemitas e antissionistas, sempre condenando Israel. O novo líder incitou ao desinvestimento em Israel numa assembleia geral da Igreja que representa num discurso sob o título: "Apartheid na Terra Santa." Nesse discurso, Pillay afirmou o seguinte: "Por amor de uma paz justa teremos de apoiar o boicote, o desinvestimento e as sanções (BDS)."

Após uma visita a Israel e aos territórios administrados pelos palestinianos, o líder presbiteriano, entre outras coisas, afirmou que "Cremos que deve ser exercida sobre Israel a máxima pressão possível para que respeite as leis internacionais."

Para os judeus, esta nova eleição representa uma ameaça e um mau prenúncio, uma vez que Pillay, nas palavras de um influente líder judeu, "tem um problema com os judeus, pelo menos com os que apoiam o sionismo, que significa nada menos que o direito à existência do estado de Israel."

Sabe-se que num discurso proferido em 2016, Pillay comparou o estado de Israel com o apartheid até há pouco existente na África do Sul.

Shalom, Israel!

quarta-feira, junho 22, 2022

FORÇA AÉREA ISRAELITA EQUIPA-SE PARA PROVÁVEL ATAQUE NO IRÃO

A Força Aérea israelita começou a equipar os seus aviões F-35 com bombas de precisão pesando uma tonelada, ao mesmo tempo adaptando os equipamentos para voos de longa distância.

No passado mês de Maio a Força Aérea realizou 4 exercícios de grande escala, que incluiu "voos de longo alcance, reabastecimento em pleno voo e ataques a alvos longínquos", com a utilização de mais de 100 aeronaves de guerra e de apoio logístico. 

Tudo leva a crer que estará em preparação o ataque às instalações nucleares do Irão, actualmente o inimigo Nº 1 de Israel.

Shalom, Israel!

terça-feira, junho 21, 2022

GOVERNO DE COLIGAÇÃO ISRAELITA EM DISSOLUÇÃO. NOVAS ELEIÇÕES À VISTA

A coligação actual que lidera o governo de Israel sempre teve os dias contados. Uma tão grande mistura de partidos, entre os quais um árabe, não prenunciava grande sucesso, e a prova está à vista: amanhã mesmo a actual coligação iniciará o processo de dissolução do parlamento, tendo em vista novas eleições.

A proposta de dissolução terá de passar por várias comissões, mas prevê-se que excepcionalmente seja aceite já na próxima semana. O objectivo é resolver esta situação logo que possível para dar lugar à organização de novas eleições parlamentares. Estas serão as quintas eleições em Israel desde 2019, fazendo de Israel o campeão mundial na quantidade de eleições parlamentares. Israel tem uma média de novas eleições a cada 2,4 anos. As novas eleições estão previstas para finais de Outubro, início de Novembro deste ano. Até lá, o primeiro-ministro em funções será Lapid. 

O partido dos ortodoxos "haredim" já se expressou em relação à dissolução do actual governo, do qual não faz parte, alegando que a mesma se deu a uma "intervenção divina."

Shalom, Israel!

quinta-feira, junho 16, 2022

AS MAIS ANTIGAS ÁRVORES DE FRUTO FORAM CULTIVADAS NO VALE DO JORDÃO

Análises retiradas de carvão encontrado na escavação arqueológica de Tel Tsaf comprovam ter sido madeira de oliveiras e de figueiras, indicando a existência de uma sociedade próspera e desenvolvida. 

Segundo os estudiosos da universidade de Tel Aviv a primeira "domesticação" de árvores de fruto no mundo inteiro ocorreu há cerca de 7 mil anos no vale do rio Jordão.

Shalom, Israel!

quarta-feira, junho 15, 2022

ACORDO HISTÓRICO PARA O FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL ASSINADO ENTRE ISRAEL, O EGIPTO E A UNIÃO EUROPEIA

As profecias relacionadas com os últimos dias estão a cumprir-se a uma velocidade nunca vista nem há pouco tempo imaginada...

Devido à guerra na Ucrânia e o consequente problema com o fornecimento do gás da Rússia à Europa, o velho continente volta-se agora para outras alternativas de fornecimento, neste caso Israel, o país que Deus abençoou com imensas reservas de gás natural. 

Deus prometeu que Israel estaria "por cabeça" e não "por cauda", e sem dúvida que o estado judaico tem vindo ultimamente a assumir uma posição de destaque a nível mundial em muitas áreas de desenvolvimento tecnológico e científico, e agora com a possibilidade de abençoar a Europa com o gás extraído da costa mediterrânica. 

O acordo - "memorando de entendimento" - hoje assinado no Cairo permitirá  a Israel pela primeira vez na História exportar gás liquefeito para os países da União Europeia através do Egipto,  dessa forma ajudando o bloco europeu a colmatar a dependência do gás natural vindo da Rússia.

A ministra para a Energia de Israel, Karine Elharrar  afirmou esta manhã que a assinatura do histórico acordo cimentou o papel de Israel no estágio global da energia. 

"Este é um momento tremendo em que o pequeno Israel se está tornando num significativo actor no mercado global da energia" -  afirmou a ministra. 

Sob o olhar atento da presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, a assinatura do memorando de entendimento foi feita pela comissária europeia para a energia Kadri Simson, o ministro egípcio para o petróleo Tarek el-Molla, e a ministra israelita para a Energia Karine Elharrar, permitindo que a partir de agora Israel possa exportar o seu gás natural para a União Europeia, que até agora dependia cerca de 40% do gás russo. 

Este acordo irá também aprofundar as relações entre Israel e o vizinho Egipto, provando que, ao contrário do que muitos querem fazer crer, é possível haver uma saudável e pacífica coexistência em toda a região do Médio Oriente. Todos os vizinhos de Israel só têm a ganhar com os acordos políticos e comerciais assinados com o estado judaico.

Prevê-se que este acordo encaixe inicialmente nos cofres do estado de Israel uns 290 milhões de dólares anuais. Israel tem actualmente duas plantas de exploração de gás natural na costa mediterrânica contendo cerca de 690 biliões de metros cúbicos de gás natural, estando já a desenvolver uma terceira planta. Já foram assinados acordos com o Egipto e com a Jordânia. 

Shalom, Israel!

terça-feira, junho 14, 2022

EUROPA PROCURA AJUDA EM ISRAEL PARA O GÁS NATURAL E NÃO SÓ

De visita a Israel, a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen demonstra inequivocamente um interesse da Europa em intensificar a relação com Israel, especificamente no que concerne à necessidade de comprar armas para ajudar a Ucrânia na sua luta contra o invasor russo.

Calcula-se em 210 biliões de euros o investimento que a Europa quer fazer na compra de armamento, e uma parte desse negócio pode focalizar-se em Israel, onde 56 empresas ligadas ao armamento de defesa se alinham para exibir os seus produtos na grande exposição internacional a realizar dentro de dias em Paris. 

E a Europa sabe bem que no que concerne a questões e produtos ligados à inteligência artificial, drones, armas de grande precisão, sistemas inteligentes de coordenação para forças terrestres e muitos outros artigos tecnológicos, tais como radares transportados pela infantaria e que conseguem "ver" através das paredes e outros, Israel é a solução, pois está na linha da frente.

GÁS NATURAL

Mas o interesse da Europa em Israel não se resume ao armamento avançado, mas também às enormes quantidades de gás natural que Israel pode fornecer à Europa através do eixo Israel > Egipto > Europa e que poderá aliviar a crise no fornecimento da energia russa da qual a Europa tem estado em geral muito dependente. Segundo a comissária europeia, uma das razões desta visita a Israel é de "fazer avançar as relações entre a Europa e Israel na cooperação energética em particular."

Shalom, Israel!


sexta-feira, junho 10, 2022

AVIAÇÃO ISRAELITA BOMBARDEIA POSIÇÕES A SUL DE DAMASCO

Esta será a segunda vez esta semana que a aviação israelita bombardeia posições terroristas na Síria. Sabe-se neste momento que uma pista do aeroporto da capital síria Damasco terá sido também danificada pelos ataques israelitas, impedindo dessa forma a sua utilização pela aviação síria. Apesar da informação oficial síria se referir apenas a "problemas técnicos", sabe-se por outras fontes que a própria pista foi danificada.

Shalom, Israel!


quarta-feira, junho 08, 2022

EMBAIXADOR DE ISRAEL NA ONU NOMEADO VICE-PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL

Como resultado de uma votação ontem realizada na ONU, Gilad Erdan, o actual embaixador de Israel nas Nações Unidas, foi eleito para o cargo de vice-presidente da Assembleia Geral daquela organização.

Tanto o Irão como a Síria vociferaram a sua oposição à nomeação do embaixador israelita, mas não pediram uma nova votação, sabendo de antemão que iriam perdê-la.

Erdan iniciará o seu mandato de um ano na próxima Assembleia Geral da ONU, a 77ª, a realizar no mês de Setembro. Nessa posição, o embaixador israelita dirigirá as reuniões da AG e tomará parte no agendamento das suas deliberações. 

"Estarei agora a representar Israel numa posição no coração da ONU. Nada me irá parar - e digo, mesmo nada - de combater a descriminação na ONU contra Israel" - prometeu Erdan.

"Esta nova posição dará a Israel uma outra plataforma para apresentar a verdade sobre o nosso país e os nossos contributos para o mundo não obstante as contínuas mentiras dos palestinianos e de outros na ONU. Este triunfo é uma mensagem clara aos nossos inimigos de que eles não nos conseguirão impedir de participarmos em papéis de grande importância na ONU e na arena internacional. O ódio nunca triunfará sobre a verdade. Não o permitirei" - acrescentou o embaixador. 

Uma declaração da delegação israelita na ONU aplaudiu a nomeação de Erdan como "uma grande conquista para Israel" que surge apesar da "exploração que os palestinianos e outros andam a fazer à custa da morte da jornalista Shireen Abu Akleh."

Shalom, Israel!

terça-feira, junho 07, 2022

JERUSALÉM FOI LIBERADA HÁ PRECISAMENTE 55 ANOS!

                                          7 de Junho de 1967 > 7 de Junho de 2022

Faz hoje precisamente 55 anos que os valentes paraquedistas israelitas reconquistaram Jerusalém das mãos dos seus inimigos árabes, libertando e unificando a Cidade para sempre!


Shalom, Israel!